Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  Fox Fox
E-mail:  não-disponível
Data:  07/NOV/2011 4:29 PM
Assunto:  Cultura inútil - To all
 
Mensagem: 

Minha convicção decorre de uma avaliação de mais de cinquenta anos sobre o “como, quando e porque” aprender, no nosso caso, o inglês.

                – durante anos sobrevivi com aquilo que aprendi no ginásio e com algum estudo “extra classe” e aqui ou acolá tentava aprender alguma fala.

                –quinze anos atrás, resolvi aprender ler e após um ano já lia com relativa fluência e há uns sete anos atrás já conseguia entabular alguma conversa, mas ao tentar um diálogo com qualquer nativo – era aquele desastre, não entendiapatavina do que diziam. Ficava intrigado.    

                – Uma professora americana me disse para eu fazer um “listening”, assim fiquei umas mil horas assistindo os programas nos canais em inglês da CNN, mas de nada adiantou. Algum tempo depois,  terminei por descobrir que os “transcripts” eram posteriormente disponibilizados nos sites dos respectivos programas. Durante um ano, assistir as entrevistas “LENDOO TRANSCRIPT” e aí desenvolvi mais a fala, mas ao conversar com um nativo eu falava das minhas deficiências auditivas e também quantos aos slangs –aí dava para rolar um papo.      

                – Contudo e ainda assim, não entendia o que se dizia no noticiário internacional em inglês – ficava a ver navios.

                – Há vinte meses decidi comprovar se uma imersão  mais rigorosa “assistindo,  lendo o transcript” daria quais resultados e em quanto tempo. Hoje já atingi qualquer coisa na ordem de mil e duzentas horas e me sinto muito confortável assistindo e entendendo o noticiário em inglês.

                – O que advogo é o seguinte: aprenda primeiro “OUVIR”, segundo “LER”porque você pode ficar o tempo que desejar diante de uma TV ou ler tudo que quiser sem precisar de ninguém mais para interagir com você; terceiro “FALAR”,é aí que a coisa pega – o diálogo não dispensa outro ente, masaí você já está pronto para.  

                – Então porque esta paranoia toda tentando aprender uma coisa que não faz sentido num primeiro momento, até porque aqui é o que menos se usa – ou quase nunca se usa? É por isso que afirmo  ser “CULTURA INÚTIL” tratar-se o aprendizado da falaa priori.


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
Cultura inútil  –  Fox Fox  06/NOV/2011, 2:23 PM
Cultura inútil  –  Dale-USA  06/NOV/2011, 4:20 PM
Cultura inútil  –  Fátima  06/NOV/2011, 5:32 PM
Cultura inútil - Fatima  –  Fox Fox  06/NOV/2011, 6:35 PM
Cultura inútil - Fatima  –  Bruno Soares  06/NOV/2011, 7:06 PM
Cultura inútil - Bruno  –  Fox Fox  06/NOV/2011, 8:53 PM
Cultura inútil - Bruno  –  Bruno Soares  06/NOV/2011, 9:37 PM
Cultura inútil - Dale  –  Fox Fox  06/NOV/2011, 8:36 PM
Cultura inútil - Dale  –  Dale-USA  06/NOV/2011, 8:54 PM
Cultura inútil - Dale  –  PPAULO  06/NOV/2011, 11:13 PM
Cultura inútil - Dale  –  Dale-USA  07/NOV/2011, 1:03 AM
Cultura inútil - Dale  –  Fox Fox  07/NOV/2011, 2:05 AM
Cultura inútil - Dale  –  Dale-USA  07/NOV/2011, 3:00 AM
Cultura inútil - PPAULO  –  Fox Fox  07/NOV/2011, 1:41 AM
Cultura inútil - PPAULO  –  PPAULO  07/NOV/2011, 3:12 AM
 Cultura inútil - To all  –  Fox Fox  07/NOV/2011, 4:29 PM
Cultura inútil - To all  –  PPAULO  10/NOV/2011, 10:35 PM
Cultura inútil - Grego  –  Fox Fox  14/NOV/2011, 3:28 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K