Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  PPAULO
E-mail:  não-disponível
Data:  02/ABR/2012 10:37 PM
Assunto:  Língua materna x língua estrangeira
 
Mensagem: 

         Eu gostaria de saber se é normal que se faça a tradução mental de uma frase para entendê-la ou se com o tempo o estudante de língua estrangeira desenvolve uma técnica de entender a língua como se tal fosse sua língua materna?

 

          Jeycy, eu diria que isso depende, na verdade não gosto de dar respostas categóricas, elas criam uma espécie de "expectativa" que beira a rotulação.

 

          Dito isto vejo que de certa forma a tradução é feita, mas no sentido de, por exemplo se dizer "I love you".   Todos diriam "Eu te amo/amo você" e traduziriam para

I love you.     Daí vem que, é necessário se saber o que significa (1º passo), e ouvir para que se saiba a pronúncia (2º passo) quer coisa mais comum do que ouvir "I love you" em inglês? o problema é que não temos tanta gente que fale ou tenha boa pronúncia em inglês para nos corrigir/ensinar/orientar/mostrar o padrão (pattern). 

          Digo, não é toda hora que alguém nos corrigirá se vamos dizer a pronúncia certa para reading (the verb) e Reading (the city).

         Já vi estudantes de inglês se maravilharem ao saber que THE tem um som diante de consoantes e outro diante de vogais, e alguns não saberem como se diferencia em pronúncia as palavras woman vs women, eat vs ate etc.    

          Também às vezes a língua materna também atrapalha (português) quando nos mantemos escrevendo inteligente aonde seria intelligente (dois Ls).

           Ainda na língua materna (português) aprendemos que antes de P e B só se escreve M, donde decorre que M não vem antes de outras consoantes...não em inglês tá?       Uma vez eu estava ensinando português ao meu filho e disse isso.   Mais, eu  lhe disse que nunca nem mesmo em outras línguas não viria M antes de consoante...   Fui num livro de inglês e imagina! primeira palavra que encontrei foi "comfortable"!   Sabe-se que na nossa língua é com N.

           Há ainda o preconceito linguístico, pessoas desistem ou não aprendem por que acham "feio" ou "quase indecente" algumas palavras, uma colega minha de curso evitava a a palavra ''met'' (meet, no  passado) e muitos faziam gracinhas quando viam a palavra.   Outros evitam o francês por que acham que falar a linguagem é coisa de "g ay" ou coisa assim.

            Outros querem falar como se fosse na nossa gramática, com a estrututura  SUB->ADJ sendo comumente usada, ao passo que em inglês usase ADJ->SUB
 (água profundas vs deep waters.)

            O mesmo se dá com ''você é", muitos no comecinho dizem "you is" quando a estrutura seria "you are".    Imagino que falantes de língua inglêsa devem também errar dizendo "Você são" ou coisa assim, pelo menos no início.

           Sob esse aspecto, sim, eu diria que com o tempo o estudante desenvolve sim uma técnica DE ENTENDER a língua como se fosse a língua materna.  Bem colocado, por que não é uma técnica de aprender, mas de entender a língua.

 

            Espero ter ajudado, foi só uma "palhinha" com nenhuma pretensão de esgotar um assunto que é praticamente (senão inteiramente) inesgotável.

            Considere isso apenas como um comentário então, decorrente de minha pouca experiência.     E, que bom  que o site está lhe agradando e abrindo novos horizontes em seu aprendizado, quiçá na sua visão de mundo.


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
Língua materna x língua estrangeira  –  Jeycy  02/ABR/2012, 3:48 PM
Língua materna x língua estrangeira  –  Ricardo - EMB  02/ABR/2012, 8:23 PM
 Língua materna x língua estrangeira  –  PPAULO  02/ABR/2012, 10:37 PM
Língua materna x língua estrangeira  –  PPAULO  02/ABR/2012, 10:43 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K