Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  PPAULO
E-mail:  não-disponível
Data:  01/JAN/2011 11:31 PM
Assunto:  Esquecer - regência
 
Mensagem: 

Não esqueço de você
(Não seria correto na norma culta (padrão), no português padrão seria

 "Não me esqueço de você.) - Pronome vai com preposição, tirando um o outro sai junto.
 

Não esqueço você
(Seria certo, bem como "Não me esqueço de você." é correto)

Digo isso em relação á gramática, mas nas ruas e em canções você não deverá ignorar; é muito comum e não é considerado erro.


Feliz 2011 e obrigada!
Para você também.

 

http://www.tvcultura.com.br/aloescola/linguaportuguesa/sintaxe/regencia-pronomerelativo.htm
 
Os verbos "esquecer" e "lembrar"
Uma letra da dupla Roberto e Erasmo Carlos, "Emoções", traz uma estrutura que não seria admissível na linguagem escrita padrão:
... são tantas já vividas
são momentos que eu não me esqueci...
Ocorre que a sintaxe do verbo "esquercer" funciona da seguinte maneira:
Se eu me esqueci, eu me esqueci de
Quem se esquece esquece-se de algo
Quem esquece esquece algo
Logo, conforme a regência culta desse verbo, o correto seria dizer "são momentos de que não me esqueci". Pode-se, também, eliminar a preposição "de" e o pronome "me". Nesse caso, a frase ficaria assim: "são momentos que eu não esqueci".
Em um jornal de grande circulação o texto de uma campanha afirmava: "A gente nunca esquece do aniversário de um amigo".
A norma culta mandaria escrever:
A gente nunca esquece o aniversário de um amigo.
A gente nunca se esquece do aniversário de um amigo.
Vale o mesmo esquema para o verbo "lembrar":
Quem lembra lembra algo
Quem se lembra lembra-se de algo
Se você usar o pronome, isto é, se usar o verbo pronominalmente, então não poderá deixar de lado a preposição:
Eu não lembro o seu nome.
Não conseguia lembrar sua fisionomia.

Se você não usar o pronome, então também não usará a preposição:
Eu não me lembro do seu nome.
Não conseguia me lembrar de sua fisionomia.
Evidentemente essa regência nem sempre é observada na linguagem mais informal, familiar. Vejamos o que ocorre na canção "Lembra de Mim", cantada por Ivan Lins.

 

A letra é de Vítor Martins:
Lembra de mim
dos beijos que escrevi
nos muros a giz
Os mais bonitos continuam por lá
documentando que alguém foi feliz
Lembra de mim
nós dois nas ruas
provocando os casais...
De acordo com a gramática normativa, o título da canção e a letra estariam errados. Deveria ser "Lembra-se de mim..."


No dia-a-dia as pessoas não falam com esse rigor, com essa consciência do sistema de regência. Dessa forma, podemos dizer "lembra de mim", sem problema, dependendo do registro usado. A língua falada permite essas licenças, e a poesia musical também, já que não deixa de ser um tipo de língua oral. Mas, na hora de escrever, é conveniente obedecermos àquilo que está nos livros de regência. No texto formal, "lembra-se de mim" é a forma exigível, correta. 

 

 

http://www.pciconcursos.com.br/aulas/portugues/regencia-verbal
ESQUECER, LEMBRAR
* quando acompanhados de pronomes, são TI e constroem-se com DE.
Ela se lembrou do namorado distante. Você se esqueceu da caneta no bolso do paletó.
* constroem-se sem preposição (TD), se desacompanhados de pronome.
Você esqueceu a caneta no bolso do paletó. Ela lembrou o namorado distante.


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
Esqueço  –  187.114.107.25  01/JAN/2011, 12:52 PM
 Esquecer - regência  –  PPAULO  01/JAN/2011, 11:31 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K