Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  Fox Fox
E-mail:  não-disponível
Data:  02/JAN/2011 12:24 PM
Assunto:  A pergunta que não quer calar!
 
Mensagem:  Meus caros Teacher e PPAULO,
A data correta é a que você se refere (12/Mai/2003) – aproveito  para  pedir ao Prof Ricardo esta correção.
Na verdade eu simplesmente quis traduzir  as reações daquele “penetra” que fica com cara de pateta ao entrar na festa errada e não ter ninguém para conversar, não foi nem mesmo um desabafo, mesmo porque logo em seguida procurei  transmitir  tudo  o que este fórum representa para todos nós.
PPAULO,
– creio  ter derrubado alguns “mitos”. Sempre ouvi que o aprendizado só seria 100% eficiente caso ocorresse na infância, mas defendo outra teoria, que o aprendizado deveria ser  “como” na infância. Se não vejamos; como explicar o fato de eu em apenas dez meses ter dobrado meus índices no “listening” –  sempre que eu e meu filho nos submetíamos  a qualquer teste os escores eram sempre 50% para mim e 80% pra ele, ocorrendo o inverso na gramática. Então como explicar os meus 100% de hoje num prazo de apenas dez meses e estando eu próximo dos meus setenta anos? Creio ter derrubado o conceito de que a pessoa adulta ficava “fossilizada”. 
– a minha experiência é válida para qualquer pessoa e estudo este processo há uma década e meia, mas só agora posso fazer alguns “postulados”. Senão vejamos: tempos atrás, dois anos creio eu, submeti meu motorista a este “processo” e após um período inferior a três meses ele fez o seguinte questionamento em inglês: How are you feeling Bill? (o isto quer dizer? Perguntou). O que você me diz sobre isto, já que este rapaz sequer sabe o verbo “to be” até hoje?
– se você ler tudo o que aqui escrevi, acho que juntado daria mais de vinte páginas, sempre afirmei que a ida ao exterior  nunca foi garantia total de aprendizado, porque descontando a interação na convivência com nativos que nem sempre ocorre igualmente para todos porque aí entra o componente “socialização”, sendo que neste método não importa se a pessoa é totalmente tímida ou não – ela vai aprender e quando quiser  vai falar, sim.
Teacher,
– o fato de eu conviver aqui nesta terrinha nunca impediu meu aprendizado da língua inglesa, apenas dificulta a conversação e o entendimento pela falta do listening e alguém para conversar, assim como a convivência com brasileiros e o papo diário no MSN com amigos e familiares a exemplo do que vi acontecer com esta sobrinha que acaba de retornar do Canadá (ela antecipou para dezembro seu retorno que seria em fevereiro), não bloqueou o aprendizado dela que está toda faceira e orgulhosa de seu novo “status quo” de falante da língua inglesa,  enquanto outros ainda hoje se escondem de mim por não se sentirem seguros, mesmo com permanência superior.
– o que importa é fazer a coisa certa, portanto “EUREKA – você vai aprender, agora é pra valer”  Fox Fox


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
A pergunta que não quer calar!   –  Fox Fox  01/JAN/2011, 4:25 PM
A pergunta que não quer calar!   –  Teacher  02/JAN/2011, 12:03 AM
A pergunta que não quer calar!   –  PPAULO  02/JAN/2011, 12:24 AM
 A pergunta que não quer calar!   –  Fox Fox  02/JAN/2011, 12:24 PM
A pergunta que não quer calar!   –  Teacher  03/JAN/2011, 9:24 AM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K