THE GOOD ESL STUDENT
O BOM APRENDIZ DE INGLÊS

Prepared by Schütz & Kanomata
Updated January 10, 2009
Choosing a good language school with good teachers that provide a good English-speaking environment, is an important part of the project of learning a foreign language. The student's attitude however plays an even more important role in the learning process.
A opção por uma boa escola com bons professores, que ofereça um ambiente de língua e cultura estrangeira autêntico, é uma parte importante num projeto de aprendizado de inglês. A atitude do aluno, entretanto, desempenha um papel preponderante no êxito do aprendizado.

The Successful English Student

Always remembers and understands that language is speech above all else and that ears are more useful than eyes in acquiring a foreign language.

Speaks English in class at all times - with the teacher and with fellow students; tries to speak English with the secretaries and other teachers, too, as a way to get even more practice and help to create a rich learning environment.

Is self-confident. Reaches beyond his capacity, risking mistakes when trying to convey an idea but is receptive to corrections.

Tries to reproduce pronunciation as close as possible, taking advantage of the teacher's performance model.

Tries to infer the meaning of new words rather than translating and flipping the pages of the dictionary.

Does not question the irregularities of the language in search of grammar rules. Tries to learn more inductively than deductively.

Is a player rather than a spectator. Participates as fully as possible in classroom activities; helps to build the English atmosphere; analyzes his or her difficulties and errors to understand language differences.

Asks questions; takes full advantage of the teacher's knowledge of language and culture, and joins all extra activities that the school offers.

Has perseverance rather than expectations.

Communicates his or her needs, suggestions and ideas directly to the teacher; a good teacher is always ready to improvise, helping each student achieve his/her specific language objectives.

Takes charge of his or her learning and commits time and efforts to it. For example, dedicates time outside class to English (watching English TV or movies, listening to English music, searching the Internet or reading in English, etc.).

O aluno de inglês bem-sucedido é aquele que:

Tem plena consciência de que línguas são fundamentalmente fenômenos orais e de que os ouvidos são mais importantes do que os olhos no aprendizado.

Fala unicamente inglês na sala de aula - com o instrutor e com os colegas - e tenta falar inglês também com as secretárias e com outros instrutores para praticar e ajudar a enriquecer o ambiente.

Possui autoconfiança e vai além de sua capacidade no esforço de comunicar uma idéia, sem receio de cometer erros mas sempre atento às correções recebidas do instrutor.

Tenta reproduzir a correta pronúncia da língua da melhor forma possível. Esmera-se na arte da imitação.

Procura entender o significado das palavras novas pelo contexto, em vez de traduzir e folhear constantemente o dicionário.

Tem uma atitude pouco questionadora para com as irregularidades gramaticais do idioma. Tenta aprender mais por intuição do que por dedução.

É mais protagonista do que espectador. Participa ativamente das atividades em aula; ajuda a criar um ambiente de inglês; analisa suas dificuldades e seus erros para entender diferenças lingüísticas e ajudar o instrutor a entendê-las também.

Faz muitas perguntas; aproveita ao máximo o conhecimento de inglês e de cultura estrangeira do instrutor; participa ativamente de todas as atividades fora da sala de aula que sua escola venha a oferecer.

É perseverante ao invés de ansioso por resultados imediatos.

Comunica diretamente ao instrutor suas preferências e sugestões de atividades em aula, ajudando-lhe assim a entender mais facilmente os interesses dos alunos e a melhor planejar as aulas, indo ao encontro dos objetivos de cada aluno.

Assume o controle de seu aprendizado sem delegá-lo a cursos, professores ou planos didáticos, e investe tempo e esforços no projeto. Dedica, por exemplo, parte de seu tempo livre para atividades suplementares como assistir TV ou filmes em inglês, música, Internet e leitura.


VEJA TAMBÉM:

O Bom Professor de Inglês
The Good ESL Teacher
Nativo x Não-nativo
Como Escolher um Curso de Inglês no Brasil


O que é língua?
História da Língua Inglesa
Inglês, a Língua do Mundo
 -  O Inglês e o Português no Mundo
O Fim do Monolinguismo
Aprendizado de Línguas
 -  Que significa "aprender inglês"?
 -  Language Acquisition x Learning
 -  The Communicative Approach
 -  Interlíngua e fossilização
 -  Tradução mental não funciona
 -  O que é talento para línguas?
 -  O bom aprendiz
Por que crianças aprendem melhor?
 -  O papel dos pais
 -  O papel da escola
 -  O papel do governo
Como escolher um curso de inglês
 -  O que é um bom professor
 -  Nativo x não-nativo
 -  Bibliografia do professor de inglês
Rumos para o ensino de línguas
 -  Centros de Convívio Multicultural
Como abrir uma escola de línguas
 -  Marketing na Educação
Pronúncia
 -  Sinalização Fonética
          -  Sinalização Ortográfica
 -  Interferência da Ortografia
 -  Regras de Pronúncia
          -  Pronúncia do Passado
 -  Vogais do Inglês e do Português
 -  Consoantes Inglês x Português
          -  Flapping Rule
 -  Acentuação Tônica (Word Stress)
 -  Rhythm & Vowel Reduction
          -  Can & can't
 -  Dicas sobre pronúncia
Word Formation (Morfologia)
Vocabulário
 -  Falsos Conhecidos
 -  Palavras de Múltiplo Sentido
          -  English Lexical Ambiguity
 -  Make, Do, Take & Get
 -  Contrastes Idiomáticos
 -  Provérbios
 -  Verbos Irregulares
Etimologia (Word Histories)
American x British
Gramática
 -  Erros Comuns
 -  Perfect Tense
 -  To & For
 -  Phrasal Verbs
 -  Preposition-Dependent Words
Interpretação de Textos (Reading)
Como Redigir em Inglês (Writing)
 -  Palavras Conectivas (Transitions)
 -  Como não redigir e como traduzir


Menu principal    |    Missão    |    História