ENGLISH AND PORTUGUESE WORD STRESS
ACENTUAÇÃO TÔNICA DE PALAVRAS
Ricardo Schütz
Atualizado em 30 de setembro de 2011

Just as stressed syllables in poetry reveal the metrical structure of the verse, phonological stress patterns relate to the metrical structure of a language. (Victoria Fromkin, 239) 

The stress pattern of a polysyllabic word is a very important identifying feature of the word. We store words under stress patterns and we find it difficult to interpret an utterance in which a word is pronounced with the wrong stress pattern. (Gillian Brown, 51) 

If learners fail to learn the stress pattern for a new word, they may also fail to recognize that word when it occurs in spoken form. (Judy B. Gilbert, 6) 

Acentuação tônica é uma parte importante da pronúncia. Alguns idiomas são marcadamente caracterizados pela acentuação tônica predominante das palavras. É o caso, por exemplo, do francês, no qual uma forte maioria de palavras é oxítona (lalá, lalalá, lalalalá, lalalá, ...).

Do ponto de vista daquele que fala português como língua mãe, cujas palavras são predominantemente paroxítonas (cerca de 70%) e muitas das que não são têm sinalização ortográfica indicativa, a acentuação tônica do inglês representa um sério problema, devido ao número maior de possibilidades, à não ocorrência de um modelo de acentuação tônica predominante e à ausência de sinalização ortográfica. Veja os exemplos abaixo:

Word stress is an important part of pronunciation. Some languages are heavily characterized by the way words are normally stressed. This the case of French, where a very large majority of words are stressed on the last syllable (lalá, lalalá, lalalalá, lalalá, ...).

From the standpoint of the native speaker of Portuguese, whose words are predominantly (around 70%) paroxytone (stress on the syllable before the last), English word stress poses a problem because of the larger number of possibilities, the nonoccurrence of one predominant pattern, and the absence of indication in spelling. See the examples below:
PORTUGUESE
ENGLISH
oxítonas
(stress on the last syllable) 
ca, estudar, computador, refrigerador, etc.
hotel, control, police, improve, exchange, etc. (only two-syllable words)
paroxítonas
(stress on one before the last) 
casa, modelo, Ipanema, comemorava, etc.
video, English, important, united, revolution, etc.
proparoxítonas
(stress on two before the last) 
gado, metrópole, hemolico, etc.
excellent, hospital, government, photograph, photographer, etc.
stress on three before the last
------
approximately, significantly, intelligible, objectionable, etc.  
double stress
 
------
approximation, refrigerator, characteristic, category, necessary, dictionary, fundamental, introductory, overnight, Vietnamese, etc.  
Esta imprevisibilidade do acento tônico da palavra em inglês se constitui em mais um argumento contra o contato prematuro com textos escritos no ensino de inglês como língua estrangeira no Brasil.
This unpredictability of word stress in English is one more argument against early contact with the written text in the teaching of English in Brazil.
Regras de acentuação tônica em inglês

No português, determinados sufixos caracterizam determinados tipos de acentuação tônica. Ex: estudar, escrever, dormir, estudou, escreveu, dormiu, computador, professor, jogador, astral, avental, imoral.

Da mesma forma, existem em inglês algumas regras que definem a correlação entre ortografia e acentuação tônica de alguns tipos de palavras, as quais podem ser úteis ao aluno iniciante que tem pouca familiaridade com a língua falada. 

English word-stress rules

Certain suffixes in Portuguese indicate the stressed syllable. Ex: estudar, escrever, dormir, estudou, escreveu, dormiu, computador, professor, jogador, astral, avental, imoral.

The same way, in English there are useful spelling-to-sound rules that when presented to students can provide a light at the end of the tunnel. 

A) Palavras terminadas em _sion e _tion: o acento tônico recai sobre a sílaba imediatamente anterior a esse sufixo. A palavra portanto será sempre paroxítona.  A) Words that end in _sion, _tion: stress is on the syllable before this ending (1 syllable before the last). 
Ex: illusion, television, solution, satisfaction. 
B) Palavras terminadas em _ic: o acento tônico recai sobre a sílaba imediatamente anterior a esse sufixo. A palavra portanto será sempre paroxítona. 
B) Words ending in _ic: stress the syllable before this ending (1 syllable before the last).
Ex: unrealistic, static, fabric. 
C) Palavras terminadas em _ial: o acento tônico recai sobre a sílaba imediatamente anterior a esse sufixo. A palavra portanto será sempre paroxítona.  C) Words ending in _ial: stress the syllable before this ending (1 syllable before the last).
Ex: official, artificial, confidential. 
D) Palavras terminadas em _ially serão sempre proparoxítonas. D) Words ending in _ially: stress the syllable before this ending (2nd syllable before the last).
Ex: officially, essentially, basically. 
E) Palavras terminadas em _ical serão sempre proparoxítonas.
E) Words ending in _ical: stress the syllable before this ending (2nd syllable before the last).
Ex: economical, practical, political. 
F) Palavras terminadas em _cy e _ty serão sempre proparoxítonas.
F) Words ending in _cy, _ty: stress is on the 2nd syllable before this ending.
Ex: democracy, loyalty, agency, activity. 
G) Verbos compostos com os prefixos over_ ou under_ têm sempre tonicidade dupla, e normalmente levam o acento tônico primário numa das sílabas após o prefixo.
G) Compound verbs with prefix over_ or under_: they always have double stress, and the primary stress is normally on one of the syllables which follow the prefix.
Ex: overgrow, overheat, overlook, oversleep, underestimate, undergo, understand.
 
Agradecemos a Dan Donovan por sua participação como modelo de pronúncia.

FAÇA AQUI UM TESTE PARA AVALIAR O QUE VOCÊ SABE A RESPEITO DE PRONÚNCIA
STUDY PORTUGUESE IN BRAZIL

BIBLIOGRAPHY
Brown, Gillian. Listening to Spoken English. London: Longman, 1990.
Fromkin, Victoria and Robert Rodman. An Introduction to Language. Fort Worth, TX: Harcourt Brace College Publishers, 1974.
Gilbert, Judy B. Teaching Pronunciation Using the Prosody Pyramid. New York: Cambridge University Press, 2008.
Ramajayam, Kumar. Welcome to Learn Word Stress in English. Internet: <http://www.csulb.edu/~phoneme/stress_frame.html> 1997

Estes materiais são propriedade intelectual de S&K - ESL, nosso patrocinador
Não deixe de citar a fonte. Diga não ao plágio.
O que é língua?
História da Língua Inglesa
Inglês, a Língua do Mundo
 -  O Inglês e o Português no Mundo
O Fim do Monolinguismo
Aprendizado de Línguas
 -  Que significa "aprender inglês"?
 -  Language Acquisition x Learning
 -  The Communicative Approach
 -  Interlíngua e fossilização
 -  Tradução mental não funciona
 -  O que é talento para línguas?
 -  O bom aprendiz
Por que crianças aprendem melhor?
 -  O papel dos pais
 -  O papel da escola
 -  O papel do governo
Como escolher um curso de inglês
 -  O que é um bom professor
 -  Nativo x não-nativo
 -  Bibliografia do professor de inglês
Rumos para o ensino de línguas
 -  Centros de Convívio Multicultural
Como abrir uma escola de línguas
 -  Marketing na Educação
Pronúncia
 -  Sinalização Fonética
          -  Sinalização Ortográfica
 -  Interferência da Ortografia
 -  Regras de Pronúncia
          -  Pronúncia do Passado
 -  Vogais do Inglês e do Português
 -  Consoantes Inglês x Português
          -  Flapping Rule
 -  Acentuação Tônica (Word Stress)
 -  Rhythm & Vowel Reduction
          -  Can & can't
 -  Dicas sobre pronúncia
Word Formation (Morfologia)
Vocabulário
 -  Falsos Conhecidos
 -  Palavras de Múltiplo Sentido
          -  English Lexical Ambiguity
 -  Make, Do, Take & Get
 -  Contrastes Idiomáticos
 -  Provérbios
 -  Verbos Irregulares
Etimologia (Word Histories)
American x British
Gramática
 -  Erros Comuns
 -  Perfect Tense
 -  To & For
 -  Phrasal Verbs
 -  Preposition-Dependent Words
Interpretação de Textos (Reading)
Como Redigir em Inglês (Writing)
 -  Palavras Conectivas (Transitions)
 -  Como não redigir e como traduzir


Menu principal    |    Missão    |    História
E-mail: emb@sk.com.br