EXAMES DE PROFICIÊNCIA EM INGLÊS
TOEFL, TOEIC, IELTSE CPE

Ricardo Schütz 
Atualizado em 30 de novembro de 2015 

Existem vários exames de avaliação de proficiência em inglês daqueles que o falam não como língua materna. Quatro deles são de grande abrangência e reconhecimento internacional: o TOEFL (Test of English as a Foreign Language), pronunciado /towfl/, o TOEIC (Test of English for International Communication), pronunciado /'towIk/, o IELTS (International English Language Testing System), pronunciado /'ayelts/, e o CPE (Certificate of Proficiency in English).

O TOEFL e o TOEIC são os dois exames norte-americanos mais conhecidos. O TOEFL é administrado pelo Educational Testing Service (New Jersey) e o TOEIC por uma subsidiária deste. O TOEFL tem como objetivo principal avaliar o inglês de quem pretende ingressar em universidade dos Estados Unidos ou Canadá, portanto, com vocabulário e textos mais voltados a temas acadêmicos, ao passo que o TOEIC, criado posteriormente, se propõe a ser mais direcionado àqueles que querem demonstrar proficiência em inglês voltada ao mercado de trabalho. No Brasil, o exame norte-americano Michigan também é conhecido, não tendo entretanto o mesmo reconhecimento no plano internacional.

O IELTS e o CPE são os dois exames britânicos mais conhecidos. O IELTS é oferecido em duas versões: academic (para quem vai estudar no exterior, semelhante ao TOEFL) e general (para quem pretende imigrar). O IELTS e o conjunto de exames CPE são de responsabilidade da University of Cambridge Local Examinations Syndicate (UCLES),um departamento da University of Cambridge (UK), em conjunto com o British Council, e predomina na Inglaterra, demais países do Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia.

O CPE é o mais avançado de um conjunto de 5 exames criados para avaliar diferentes níveis de proficiência em inglês, também de responsabilidade do UCLES. Embora o CPE também sirva para comprovar proficiência em inglês de candidatos a cursos superiores no Reino Unido, seu objetivo é mais genérico, procurado muito na Europa por aqueles que querem demonstrar proficiência em inglês voltada ao mercado de trabalho. A série completa de exames é:

KET (Key English Test) - Cambridge Level One
PET (Preliminary English Test) - Cambridge Level Two
FCE (First Certificate in English) - Cambridge Level Three
CAE (Certificate in Advanced English) - Cambridge Level Four
CPE (Certificate of Proficiency in English) - Cambridge Level Five

Outros exames britânicos menos conhecidos são:
Assessment and Qualifications Alliance (AQA) (formally AEB & NEAB)
Cambridge ESOL English Speaking Board International Ltd (ESB)
Institute of Linguistics
The International English Language Testing System (IELTS)
London Chamber of Commerce and Industry (LCCIEB)
London Examinations - Edexcel International
Pitman Qualifications
Trinity College London

Também no Candá existe um sistema de avaliação de proficiência em inglês:

Canadian Language Benchmarks (CLB)

O TOEFL é oferecido em 180 países, podendo ser feito a qualquer momento, enquanto que o CPE é oferecido apenas duas vezes por ano. O IELTS é oferecido em 105 países, também todos os meses, dependendo da cidade. Aproximadamente 800 mil pessoas fazem o TOEFL a cada ano e mais de 4.400 instituições de ensino superior nos Estados Unidos e no Canadá exigem o TOEFL de estudantes internacionais. 46,000 pessoas fizeram o IELTS em 1996. Em relação ao TOEFL, um número significativamente menor de pessoas fazem o CPE. O CPE, assim como o IELTS, é requisito para admissão a universidades britânicas, embora algumas delas também aceitem o TOEFL. Todos, portanto, têm orientação acadêmica, sendo que no IELTS o aluno pode optar por um exame com orientação geral, isto é, não com vistas a estudos acadêmicos.

O TOEFL e o IELTS não são exames em que o aluno passa ou não passa, ao passo que o CPE é, possuindo 3 passing grades: A, B e C. O TOEFL é atualmente oferecido em duas forma: internet-based e paper-based. O paper-based TOEFL (PBT) confere um escore que varia de 310 a 670, o internet-based (iBT) confere um escore de 0 a 120. Ambos têm validade de apenas 2 anos. Isto faz sentido, uma vez que a habilidade em língua estrangeira pode se alterar significativamente num período de dois anos. O IELTS confere um escore de 0 a 9.

O paper-based TOEFL é um teste de escolha múltipla dividido em três partes: Listening Comprehension, Structure and Written Expression, e Vocabulary and Reading Comprehension. As três partes têm peso igual. O paper-based TOEFL pode ser complementado pelo TWE (Test of Written English) e pelo TSE (Test of Spoken English). O internet-based TOEFL. É dividido em quatro partes: Listening, Speaking, Reading and Writing, ou seja, já inclui testes de produção oral e redação. No Brasil, o TOEFL é normalmente ministrado pelos centros ou institutos biculturais brasileiros norte-americanos. Veja abaixo uma lista desses institutos no Brasil:

O preço do internet-based TOEFL é atualmente 185 dólares e sua duração aproximada é de 4 horas.

O TOEIC é composto de 2 partes: Listening e Reading, tem duração de 2 horas e pode ser feito nos mesmos institutos biculturais que aplicam o TOEFL como também em muitos dos cursos de inglês espalhados pelo Brasil. Um teste TOEIC simulado é disponibilizado gratuitamente online em: http://www.test-my-english.com/. Em 2007, a ETS Global introduziu o TOEIC Speaking & Writing Tests (online) como complemento opcional.

O IELTS é composto de 4 partes: Listening, Reading, Writing e Speaking, e tem uma duração aproximada de 3 horas e é ministrado no Brasil pelas unidades do British Council e pelas escolas Cultura Inglesa. Veja IELTS Centers in Brazil.

O CPE é composto de 5 partes: Reading, Writing, Listening, Speaking e Structural Competence. Listening tem 12% de peso e as outras secções 22%. Duração: 5 a 6 horas. É ministrado no Brasil pela Cultura Inglesa.

O TOEFL, o TOEIC e o IELTS predeterminam um prazo de validade de 2 anos. Embora o CPE e o ECPE não especifiquem um prazo de validade, é sabido que habilidades com línguas estrangeiras podem se alterar com o tempo.


PRINCIPAIS EXAMES DE PROFICIÊNCIA EM RESUMO – TABELA COMPARATIVA

 
DESCRITIVO
O QUE AVALIA
RESULTADO
DURAÇÃO
DO TESTE

(horas)
CUSTO
APROX.
N°. APROX.
DE EXAMES
POR ANO
ONDE
FAZER
READING
LISTENING
WRITING
SPEAKING
TOEFL
(Test of English as a Foreign Language)
Criado em 1963 pelo ETS com a finalidade principal de avaliar a proficiência em inglês de estrangeiros candidatos a curso universitário nos EUA e Canadá. É hoje o teste mais conhecido internacionalmente. Paper-Based
X
X
   
Escala
300-670
3:00
US$160
1.000.000
Institutos
biculturais
e universidades
Computer-Based
X
X
X
 
Escala
0-300
3:30
Internet-Based
X
X
X
X
Escala
0-120
4:00
US$185
TOEIC
(Test of English for International Communication)
Criado em 1979 pelo ETS para atender pedido do Ministério da Indústria e Comércio Exterior do Japão, o TOEIC é um exame de baixo custo e menos controlado, administrado hoje pelo ETS Global, uma subsidiária do ETS.
X
X
X*
X*
Escala
10-990
2
3:30*
US$60
 
2.000.000
Institutos
biculturais
e cursos
de inglês
IELTS
(International English Language Testing System)
É um dos muitos exames criados e ministrados pela UCLES, um departamento da University of Cambridge (UK). Objetivo principal: avaliar a proficiência de estrangeiros candidatos a universidades no Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia.
X
X
X
X
Escala
1-9
2:45
US$260
80.000
British
Council,
Cultura
Inglesa
CPE   
(Certificate of Proficiency in English)
Criado em 1913 pela UCLES para avaliar a proficiência de professores de inglês não-nativos, é atualmente o mais avançado de um conjunto de 5 exames voltados a diferentes níveis de proficiência. Serve também para candidatos a curso superior, mas seu objetivo é mais genérico, sendo muito difundido na Europa como comprovação de proficiência.
X
X
X
X
Passing Certificate
(A, B, C)
Failing (D, E)
5 a 6
US$300
60.000

300.000
incluindo
IELTS
KET
PET
FCE
CAE
Cultura
Inglesa
ECPE
(Examination for the Certificate of Proficiency in English)
Criado em 1953 pela University of Michigan, tem como objetivo avaliar candidatos a curso superior bem como aptidão profissional. É difundido principalmente na Grécia e no Brasil.
X
X
X
X
Passing Certificate
2:30
US$70
20.000
Institutos
biculturais
* Quando complementado pelos Speaking & Writing Tests.  
OBS: Em 2005, a ETS apresentou seu novo teste - o TOEFL iBT (Internet-Based TOEFL). Este novo TOEFL avalia também o speaking. Por exemplo, um aluno deverá ler uma história e comentar sobre ela.

INSTITUTIONAL TOEFL (ITP)

É importante não confundir o TOEFL com o Institutional TOEFL. Institutional TOEFL é uma versão do paper-based TOEFL vendida a organizações para avaliar a proficiência em inglês de seus funcionários e/ou alunos. É de uso interno apenas e normalmente não tem reconhecimento fora da organização.

Também o TOEIC é fornecido no formato Institutional.

Pre-TOEFL

O Pre-TOEFL é outro pacote de testes de uso exclusivamente interno em escolas e empresas. O Pre-TOEFL é voltado à avaliação de alunos intermediários e principiantes.


Tabela comparativa de resultados entre as versões antiga (Paper-Based)
e as novas Computer-Based e Internet-Based do TOEFL, o TOEIC
e os exames da Universidade de Cambridge:

(Table of score correlations for the TOEFL, TOEIC, IELTS and CPE) 
Tabela comparativa
Common European Framework of Reference for Languages (CEFR) - Level Descriptions
C2 - PROFICIENT USER - Can understand with ease virtually everything heard or read. Can summarise information from different spoken and written sources, reconstructing arguments and accounts in a coherent presentation. Can express him/herself spontaneously, very fluently and precisely, differentiating finer shades of meaning even in more complex situations.
C1 - Can understand a wide range of demanding, longer texts, and recognise implicit meaning. Can express him/herself fluently and spontaneously without much obvious searching for expressions. Can use language flexibly and effectively for social, academic and professional purposes. Can produce clear, well-structured, detailed text on complex subjects, showing controlled use of organisational patterns, connectors and cohesive devices.
B2 - INDEPENDENT USER - Can understand the main ideas of complex text on both concrete and abstract topics, including technical discussions in his/her field of specialisation. Can interact with a degree of fluency and spontaneity that makes regular interaction with native speakers quite possible without strain for either party. Can produce clear, detailed text on a wide range of subjects and explain a viewpoint on a topical issue giving the advantages and disadvantages of various options.
B1 - Can understand the main points of clear standard input on familiar matters regularly encountered in work, school, leisure, etc. Can deal with most situations likely to arise whilst travelling in an area where the language is spoken. Can produce simple connected text on topics which are familiar or of personal interest. Can describe experiences and events, dreams, hopes and ambitions and briefly give reasons and explanations for opinions and plans.
A2 - BASIC USER - Can understand sentences and frequently used expressions related to areas of most immediate relevance (e.g. very basic personal and family information, shopping, local geography, employment). Can communicate in simple and routine tasks requiring a simple and direct exchange of information on familiar and routine matters. Can describe in simple terms aspects of his/her background, immediate environment and matters in areas of immediate need.
A1 - Can understand and use familiar everyday expressions and very basic phrases aimed at the satisfaction of needs of a concrete type. Can introduce him/herself and others and can ask and answer questions about personal details such as where he/she lives, people he/she knows and things he/she has. Can interact in a simple way provided the other person talks slowly and clearly and is prepared to help.
 
Esta correlação entre os escores dos diferentes exames de avaliação de proficiência mostrada na tabela acima é aproximada. Devido à complexidade inerente a habilidades linguísticas e aos diferentes formatos de cada exame, bem como aos seus diferentes critérios de avaliação e às suas diferentes ênfases, torna-se impossível estabelecer uma correlação exata.
This relationship between the scores in the proficiency evaluation exams shown in the chart above is estimated. Due to the inherent complexity of linguistic abilities and the different style, the different criteria of evaluation and the different emphasis of each exam, it is nearly impossible to establish an exact correlation.


O que é que significa um escore TOEFL (paper-based) de 600 a 640, TOEFL (Internet-based) de 100 a 112, um escore IELTS de 7.5 a 8.5, ou um Certificate of Proficiency in English (CPE)?

Mais ou menos o seguinte: Entende claramente e com detalhes comentários de rádio e televisão, mesmo os de natureza técnica. Expressa-se confortavelmente em inglês, mesmo perante grupos de estrangeiros. Embora consiga as vezes fazer-se passar por native speaker, é normalmente traído por um leve sotaque. Algumas ideias são colocadas com mais facilidade do que em português. Consegue facilmente impor pontos de vista. Possui plena competência cultural, além de linguística, sentindo-se à vontade na presença de estrangeiros. Acompanha o native speaker no seu senso de humor. Demonstra limitações apenas em situações estressantes. Domina a maioria das expressões idiomáticas. Em sua área de especialização dispõe de mais vocabulário que o native speaker e, dependendo do grau de escolaridade deste último, pode suplantá-lo na forma de se expressar. Entende em todos os detalhes textos, mesmo de natureza técnica. Redação clara, precisa, isenta de interferência do português e de erros gramaticais.


Como preparar-se para exames de proficiência

Todos esses exames são unicamente testes de avaliação de proficiência; não são certificados de capacitação profissional. Se propõem apenas a tirar um retrato, o mais fiel possível, da habilidade da pessoa no momento em que esta se submete ao exame.

Nenhum dos exames de proficiência mede conhecimento gramatical, mas sim habilidade prática geral. Isto é, o candidato não precisa responder perguntas do tipo "O que é voz passiva? Dê um exemplo." ou "Como se constroi o perfect tense?" Os exames medem apenas a habilidade funcional, a capacidade comunicativa, o grau de familiaridade do candidato com as formas corretas da língua. Quem fala, lê e escreve com facilidade, mesmo sem conhecer regras gramaticais, alcança uma boa pontuação. Portanto, o melhor preparo para exames de proficiência é simplesmente desenvolver familiaridade com o inglês nas suas formas oral e escrita.

No caso específico do TOEFL, algumas escolas oferecem um teste simulado que permite ao aluno conhecer o formato do exame e ter uma estimativa do provável escore que poderá alcançar. Isto entretanto não é muito necessário, uma vez que o próprio boletim do TOEFL, que o aluno pode obter gratuitamente em um dos centros onde o TOEFL é aplicado ou pela Internet <http://www.toefl.com/>, já apresenta modelos de questões que permitem ao aluno se preparar. Livrarias especializadas em materiais para ensino de inglês também oferecem uma variedade de livros preparatórios para o TOEFL, acompanhados de CD de áudio, com dezenas de testes simulados que qualquer um pode se auto aplicar.

A administração inteligente do tempo é um aspecto que pode se traduzir num numa melhor pontuação no TOEFL. No teste de listening comprehension, por exemplo, é comum o candidato, sob tensão por querer se esforçar ao máximo para obter a melhor pontuação possível, colocar demasiada atenção na resposta ao primeiro trecho gravado que ouve e não prestar atenção ao seguinte e assim por diante. Já no teste de structure and written expression, não perca tempo tentando lembrar-se de regras gramaticais; siga sua intuição e seus ouvidos. Para quem tem boa familiaridade com o inglês bem falado e bem redigido, não há normalmente dificuldade de tempo. Na parte de reading comprehension, mesmo para o aluno avançado, pode haver falta de tempo. A leitura dos textos deve ser feita com atenção máxima. Não precisa ser dinâmica, mas não há tempo para se ler mais de uma ou duas vezes o mesmo texto. Na redação, é importante disciplinar o pensamento e colocar a ideia de forma clara e objetiva.


TOEFL is the world’s largest and most well-known English proficiency evaluation test. Its purpose is to measure the English proficiency level of non-native speakers of English. It is also a general requirement for anyone who is not a native speaker of English and wants to study in the US or Canada. Government agencies and scholarship programs may also require the TOEFL.

See here a chart comparing the educational systems of Brazil, the U.S. and England

The TOEFL is given in 180 countries. It can be taken in any major city of the world (including Porto Alegre at ICBNA - application materials can be requested by telephone), every month. Approximately 800,000 people take the test every year.

The TOEFL is a multiple-choice test divided in 3 parts: Listening Comprehension, Structure and Written Expression, and Vocabulary and Reading Comprehension. It can be supplemented by the TWE (Test of Written English) and the TSE (Test of Spoken English). While the TOEFL can be taken an unlimited number of times, if more than two years have passed since one last took the TOEFL.the scores are no longer valid, and the test must be taken again.

The TOEFL score ranges from 310 to 670 for the paper-based exam, 0 to 300 for the computer-based and 0 to 120 for the new internet-based. The 660/670 score corresponds to a native-like and college-level proficiency. The required score for graduate programs in the U.S. ranges from 500 to 600, with the great majority requiring a 550 score. Many universities, however, will accept the student on the condition that he or she attends the university’s ESL program prior to the academic program until achieving the required level. This is the case for example of the University of Wisconsin - Stevens Point.


REFERENCES  

  Glossário de siglas relativas a ESL/EFL  

Clique nos links abaixo para mais informações sobre o TOEFL:

ETS -TOEFL    Dave's ESL Cafe's TOEFL links    external links
Conheça também o método de avaliação S&K.

O uso dos materiais publicados neste site é livre. Pedimos apenas que todos respeitem a ética acadêmica citando a fonte e informando o endereço do site, para que outros possam também explorá-lo bem como ter acesso às atualizações e complementações que fazemos diariamente.

COMO FAZER UMA CITAÇÃO DESTA PÁGINA:

Schütz, Ricardo. "Exames de Proficiência em Inglês." English Made in Brazil <http://www.sk.com.br/sk-toefl.html>. Online. 30 November 2015.

Observe que ao citar textos encontrados na Internet, é necessário colocar a data, devido às frequentes alterações que os mesmos podem sofrer.

Agradecemos a colaboração de Adriana Bastos
Programas no exterior
 - Intercâmbio em High School
 - Au Pair nos EUA
 - Estágios remunerados
In Brazil
 - Portuguese as a Second Language
 - International K-12 schools
Inglês (ESL) & Homestay
 - EUA
     - Universidade de Wisconsin
 - Canadá
     - Bronte Language Centre
 - Inglaterra
     - Bournemouth International College
Mestrados e Doutorados nos EUA
 - MBA nos EUA
 - TOEFL, IELTS, CPE
 - Sistemas educacionais Brasil/EUA/UK
 - Financial aid
 - Colleges & Universities  links
Menu principal    |    Perguntas & Respostas    |    Equipe EMB