Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  TERESA NACLI
E-mail:  tnacli@aol.com
Data:  11/ABR/2004 8:08 PM
Assunto:  Prisão ao ladrão Jaime Lerner!! ..
 
Mensagem:  Prisão este é lugar de ladrão... colocou mais de 200 bilhões de doláres fora do Brasil com ajuda de advogados e empresários Brasileiros 2 Paranaenses...O lugar deste ladrão é na CADEIA!Pergunto até quando a JUSTIÇA DO PARANÁ vai continuar protegendo estes ladrões e procrastinando a JUSTIÇA NO PARANÁ?
Parabéns a coragem do Ministério Publico do PR!
A VERDADE TARDA MAIS NAO FALHA!

7 DE ABRIL DE 2004 JUSTIÇA NO PARANÁ
Detidos ex-secretários de Jaime Lerner e ex-presidente da Copel

A Polícia Civil do Paraná prendeu ontem os ex-secretários do governo de Jaime Lerner (1995-2002) Ingo Hübert e José Cid Campêlo Filho, sob suspeita de desvio de dinheiro público da Copel (companhia estadual de energia) no total de R$ 16,8 milhões. Também foram presos dois ex-dirigentes da Copel — um deles ex-presidente — e quatro empresários acusados de envolvimento no caso. Hübert foi secretário da Fazenda e presidente da Copel no governo Lerner, e Campêlo Filho, o secretário de Governo. Eles foram presos preventivamente por determinação do juiz da Central de Inquéritos Policiais de Curitiba, Marcelo Ferreira. Também foram presos em Curitiba os ex-funcionários da área financeira da Copel César Bordin e Sérgio Molinari.
Quatro empresários foram presos em outros Estados e transferidos para Curitiba, onde ficariam detidos para prestar depoimentos. No Rio de Janeiro, foi preso o dono da Mixtrade Rogério Figueiredo Vieira. Em São Paulo, foram presos José Guilherme Haussen, presidente da Adifea (Associação dos Diplomados da Faculdade de Economia, Administração e Ciências Contábeis da USP), e Harald Bernhard, diretor da entidade. O consultor financeiro Antonio Sampaio Menezes foi preso em Porto Alegre.
O juiz decretou dez prisá preventivas, mas até o final da tarde de ontem duas ainda não haviam sido cumpridas. A polícia procurava pelo proprietário da Embracon (Empresa Brasileira de Consultoria), Maurício Roberto da Silva, e uma segunda pessoa, cuja identidade foi mantida em sigilo. Todos são acusados de participar direta ou indiretamente de um esquema de desvio na Copel. O desvio consistiu, de acordo com as investigações, no pagamento de R$ 16,8 milhões feito pela Copel, em setembro de 2002, à Adifea por uma suposta consultoria. Uma CPI aberta na Assembléia Legislativa do Paraná investigou o caso e concluiu que o trabalho atribuído à Adifea já tinha sido realizado por técnicos da Copel.
Os promotores do caso não deram entrevistas, mas segundo apurou a Agência Folha, eles consideram Campêlo Filho e Hübert como os mentores da operação. O Ministério Público quer processar os suspeitos pelos crimes de peculato (desvio de dinheiro público), improbidade administrativa e formação de quadrilha.
Investigações
As prisões de ontem foram baseadas em investigações de um outro caso, o da apuração feita por uma força-tarefa formada por procuradores, juízes e policiais federais sobre remessas ilegais para o exterior via contas CC5 (de não-residentes). A força-tarefa tomou depoimento do doleiro Alberto Youssef sobre diversos assuntos e repassou parte das informações para o Ministério Público Estadual, que já investigava o caso Copel.
Youssef disse em depoimento que, do total desviado, pelo menos R$ 15,7 milhões foram para a conta da Embracon em depósitos feitos pelo doleiro para evitar futuro rastreamento. Youssef afirmou que, da conta da Embracon, o dinheiro seguiu para contas de 36 "laranjas" indicados pelo dono da Mixtrade, Rogério Vieira. Segundo Youssef, o dinheiro posteriormente saiu das contas dos "laranjas", parte dele foi convertido em dólares, e foi entregue em espécie à Embracon. Da empresa, o dinheiro foi entregue aos beneficiários do esquema.

A informação é da Folha Online

Ex-secretários de Jaime Lerner são presos no Paraná
Curitiba - Os ex-secretários do governo Jaime Lerner, José Cid Campelo Filho, (Governo), e Ingo Hubert,(Fazenda), foram presos nesta manhã, junto com outras pessoas que tinham ligação com o governo anterior, acusados de peculato, apropriação indevida de recursos públicos e formação de quadrilha, em uma operação de troca de créditos de ICMS, feita em setembro de 2002, envolvendo também a Associação dos Diplomados da Faculdade de Economia e Administração da USP (ADCEA). Os presos estão no Centro de Operações Policiais Especiais, em Curitiba.
Evandro Fadel





Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
Rio de Janeiro  –  mjd  23/MAR/2004, 5:41 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Fabio  23/MAR/2004, 6:26 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Alessandra  23/MAR/2004, 7:43 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Silmar  23/MAR/2004, 10:18 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Andréa  23/MAR/2004, 11:57 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Carmen  24/MAR/2004, 8:40 AM
Re: Rio de Janeiro  –  Daniel  24/MAR/2004, 3:33 PM
Jaime Lerner - Re: Rio de Janeiro  –  Curitibóca  24/MAR/2004, 7:07 PM
Re: Jaime Lerner - Re: Rio de Janeiro  –  TERESA NACLI  11/ABR/2004, 8:10 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Mark  23/MAR/2004, 7:48 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Marcia  18/ABR/2004, 11:39 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Johannes  24/MAR/2004, 10:37 AM
Re: Rio de Janeiro  –  orlando  24/MAR/2004, 12:09 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Vigia  24/MAR/2004, 3:57 PM
Re: Rio de Janeiro  –  mjd  24/MAR/2004, 5:49 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Tom  24/MAR/2004, 6:51 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Celina  24/MAR/2004, 11:32 PM
Re: Rio de Janeiro  –  Evelyn  27/MAR/2004, 5:05 AM
 Prisão ao ladrão Jaime Lerner!! ..  –  TERESA NACLI  11/ABR/2004, 8:08 PM
Prisão ao ladrão Jaime Lerner!! ..  –  the new york time  03/AGO/2007, 7:22 AM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K