Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  Johannes
E-mail:  não-disponível
Data:  02/FEV/2005 9:29 AM
Assunto:  Re: Baloney/Conversa
 
Mensagem:  "Baloney" is a corruption of Blarney. In Scotland at Blarney Castle, there is a stone on a high wall. It's difficult but possible to touch the stone. Those who kiss the stone are said to receive from the mystic stone the gift of gab, to be full of blarney. ……………………………………………………………………………………………………………………… Isto mostra como os tempos mudam. Se hoje em dia alguém é visto abraçando um castelo e beijando um tijolo, é levado para um hospício e ganha tratamento psiquiátrico gratuito. Enquanto nas ilhas britânicas o dom de conversa fiada era obtido beijando tijolos, no Brasil se aprende isso de outra maneira. Por exemplo, ouvi dizer que havia uma família que morava na roça bem no interior de Minas, umas 10 léguas depois de Itapiritingá. Plantavam milho, criavam galinhas, porcos e tinham um boi. Era um boi bonito, vistoso, um verdadeiro orgulho para o seu proprietário. Tinha uma cara preta, daquelas que quando fazia careta, as crianças ficavam com medo. O resto do corpo era branco e preto. Dizia-se que tinha sangue nobre e era descendente de vaca holandesa, com certeza. Um belo dia começou a emagrecer e chamaram o veterinário. O seu diagnóstico foi simples: “É falta de sono. O boi está estressado, precisa mais é dormir.” “Como é que faço o bicho dormir, o seu dotô?” “Parece que tocando musica acalma o animal, senão converse com ele”. Chamaram logo um casal de sertanejos que fazia a vida tocando em forrós e outros acontecimentos tais como reuniões do PT, celebrações do MST e o Fórum de Porto Alegre. Quando chegaram, armados de cavaquinho (só podia ser) e de acordeão, puseram-se logo a berrar: “Acorde Maria Bonita, levante vá fazer o café”. Notou-se de imediato que o boi não se dava bem com este tipo de gritaria, já que deu uns tremeliques tremendos. Também, cantar para se acordar não era a música mais apropriada para quem quer que um boi durma. Despacharam o casal, não sem antes encher-lhes a cara com pinga, como era de hábito naquela região, quando se queria que um cantor se calasse. Era sabedoria do povo que enquanto se bebe, não se consegue cantar ao mesmo tempo. Ficou o agricultor de resolver o problema sozinho e de noite foi conversar com o boi. Como não tinha muito assunto, falou de coisas corriqueiras: “Não me parece que vai chover nos próximos dias. Está mal.” “O governo por enquanto não vai baixar os juros. Está mal.” “O Lula gastou mais com um avião, só para ele, do que com o saneamento básico, já viu? Está mal!” Mas parecia que o boi não gostava daquela conversa. Começou ter outro tremelique e, quando ouviu as palavras ‘saneamento básico’, então deu um pinote violento e fez uma carreta horrível, até com espuma na boca e tudo. “Melhor mudar de assunto”, pensou o agricultor, “se não daqui a pouco vai ao beleléu”. Como também era candidato a vereador e 60 salários mínimos por mês, começou a praticar seu discurso político: “O nosso partido vai baixar os juros drasticamente”. E não é que o boi pos as orelhas em pé e parecia mais calmo? “Vamos conseguir que os Estados Unidos e a Europa param de dar subsídios à agricultura deles”. “O problema da fome no Brasil já se resolveu. Temos mas é gente gorda demais”. O boi já estava deitado e bocejando. “Os nossos diplomatas vão aprender inglês no próprio Itamaraty. 4 anos dão para muita coisa e temos mais é que nos comunicar com Argentinos, Cabo Verdianos, Moçambicanos e Haitianos. Entretanto, por causa do princípio sagrado de reciprocidade, os diplomatas serão proibidos de falar inglês com diplomatas Americanos, se estes também não aprenderam a falar o português” Via-se que o boi mal conseguia manter os olhos abertos. “E tem outra: Vamos exportar cada vez mais e para isto infelizmente temos que saber esse tal inglês, já que não somos diplomatas. Tenho o privilegio de lhes informar que conseguimos que o Wizard e o Wisdom vão abrir escolas na nossa cidade. Os nossos jovens (que tiverem dinheiro) vão aprender a falar inglês em menos de 2 meses graças a técnicas avançadas de neurolingüísticas!" Aí o boi deu um suspiro, fechou os olhos e começou a roncar. A partir daquele dia era um vai-vem a Itapiritingá de candidatos a vereador. Faziam fila para praticar os seus discursos. Nunca o boi dormiu tanto e tão bem. Voltava a ser aquele boi gordo e bonito como dantes. É deste episódio que resulta a expressão “conversa para boi dormir”. (Baloney, em inglês).


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
Baloney  –  mano  01/FEV/2005, 3:31 PM
Re: Baloney  –  Johannes  01/FEV/2005, 4:54 PM
Re: Baloney  –  Dale  01/FEV/2005, 5:13 PM
Re: Baloney  –  Johannes  01/FEV/2005, 5:58 PM
Re: Baloney  –  Dale  01/FEV/2005, 7:41 PM
Re: Baloney  –  André Oliveira  02/FEV/2005, 9:13 AM
 Re: Baloney/Conversa  –  Johannes  02/FEV/2005, 9:29 AM
Re: Baloney/Conversa  –  André Oliveira  02/FEV/2005, 9:52 AM
Re:Andre/ Baloney/Conversa  –  Dale  02/FEV/2005, 1:41 PM
Re:Andre/ Baloney/Conversa  –  André Oliveira  02/FEV/2005, 5:48 PM
Re:Andre/ Baloney/Conversa  –  Johannes  02/FEV/2005, 5:55 PM
Re:Andre/ Baloney/Conversa  –  André Oliveira  02/FEV/2005, 6:06 PM
Re:Andre/ Baloney/Conversa  –  Dale  02/FEV/2005, 7:45 PM
To:Andre  –  Johannes  03/FEV/2005, 9:10 AM
Re:Andre/ Baloney/Conversa  –  André Oliveira  03/FEV/2005, 10:31 AM
Re:Andre/ Baloney/Conversa  –  Brazilian  03/FEV/2005, 7:41 AM
Re:Andre/ Baloney/Conversa  –  André Oliveira  03/FEV/2005, 10:35 AM
Re: Baloney/Conversa  –  Rodolfo  02/FEV/2005, 9:54 AM
Re: Baloney  –  ana maria  04/FEV/2005, 6:28 PM
Re: Blarney-Ireland  –  Johannes  05/FEV/2005, 9:32 AM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K