Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  Marina
E-mail:  sunnyday@uaimail.com.br
Data:  19/ABR/2003 10:03 PM
Assunto:  Motivação
 
Mensagem:  Professor Ricardo Schütz e equipe, Li quase todos as perguntas e respostas do seu site e percebi que tem grande conhecimento e embasamento teórico nas suas respostas. Sou aluna de Letras e vou começar a escrever uma Monografia que tem como objeto de estudo a Motivação no Aprendizado de Língua (no caso o inglês). Sabemos que fatores de ordem psicológico-afetiva podem causar um impacto direto na capacidade de aprendizado, influindo tanto positivamente como negativamente. A motivação pode ser considerada um desses fatores? Ela é ativada por fatores externos ou internos? Tendo como referência suas afirmações abaixo: "A motivação é uma força interior propulsora, de importância decisiva. Assim como aprendizado em geral, o ato de se aprender línguas é ativo e não passivo. Não se trata de se submeter a um tratamento, mas sim de construir uma habilidade. Não é o professor que ensina; é o aluno que aprende." "Motivação está ligada ao desejo de se satisfazer necessidades. Uma das necessidades que buscamos satisfazer – principalmente crianças, adolescentes e jovens adultos – é a necessidade de se explorar o desconhecido." São no mínimo instigantes as afirmações, porque suscitam a questão da importância de outros conceitos , além do aprendiz, que estão em jogo quando se fala em aprendizado de línguas, tais como o contexto, o ensino, o professor, o ambiente. Analisando a motivação como 'força interior propulsora de importância decisiva', podemos considerar que fatores externos ao aprendiz como: incompetência do professor, escassez e má qualidade do material didático, inadequação do ambiente etc., são os causadores da ineficiência na aprendizagem ou aquisição de língua2? Já lecionei inglês e, após o estágio e de algumas pesquisas feitas, percebi que o aluno bem-sucedido na aprendizagem de língua não menciona o professor como fator importante para o seu sucesso, ao passo que o mal- sucedido aponta os demais fatores externos como determinante de seu fracasso. É o ambiente que influencia na ativação dessa força, ou ela é acionada também – ou só – interiormente, 'buscando satisfazer necessidades', necessidades internas que são acionadas única e exclusivamente pelo aprendiz, pelo desejo de se aprender língua estrangeira por um motivo qualquer, que depende só dele e não dos fatores externos? Esses fatores podem ser caracterizados como detonadores do processo da motivação? Vou adorar saber suas opiniões a respeito do meu estudo. Se puder, o mais rápido possível, pois apresento a monografia no próximo semestre. Gostaria que me indicasse outros sites e referências bibliográficas sobre o assunto. Desde já agradeço a atenção. Sua resposta será de enorme importância para mim. Muito obrigada! Um abraço, Marina. 19/04/2003


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
 Motivação  –  Marina  19/ABR/2003, 10:03 PM
Re: Motivação  –  Jonas  21/ABR/2003, 10:24 AM
Re: Motivação  –  Ricardo - EMB -  24/ABR/2003, 11:42 AM
Re: Motivação  –  André Costa  24/ABR/2003, 1:20 PM
Re: Motivação  –  Jonas  24/ABR/2003, 11:04 PM
Re: Ricardo/Motivação  –  Marina  27/ABR/2003, 3:11 AM
Re: Ricardo/Motivação  –  Ricardo - EMB -  27/ABR/2003, 12:45 PM
Re: Motivação  –  Angela Paes  06/DEZ/2011, 12:22 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K