Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  daniel ortins salerno
E-mail:  danielortins@terra.com.br
Data:  22/FEV/2007 2:30 PM
Assunto:  Chomsky e as regras
 
Mensagem: 

Meu nome é Daniel Ortins e sou formado em lingüístia pela USP e Prof de Inglês e Português para estrangeiros há 13 anos. Gostaria de dizer que embora concorde com grande parte do conteúdo do site, não posso deixar de corrigir a informação de que Chomsky 'disse': segundo o site de vcs.

 

Noam Chomsky por sua vez, revoluciona a lingüística nos anos 60 afirmando que língua é uma habilidade criativa e não memorizada, e que não são as regras da gramática que determinam o que é certo e errado, mas sim o desempenho de um representante nativo da língua e da cultura que determina o que é aceitável ou inaceitável. Mais recentemente as idéias de Chomsky passaram a inspirar a metodologia de ensino de línguas na direção de uma abordagem humanística baseada em comunicação e intermediação de um facilitador carismático, e com participação ativa do aprendiz.
 
Por favor revejam isto. Esta informação não é a idéia de Chomsky. O falante nativo dispões de um LDA ou modernamente chamado de 'L i' e adquire sim um enorme número de regras explícitas daí o nome gramática generativa, ou gerativa e a partir dessas regras adquiridas inconscientemente ele desenvolve sua performance. Toda língua humana tem um número gigantesco de regras, fonéticas, sintáticas e pragmáticas, o fato de serem inconscientes não as torna nulas e sim mais difíceis. O fato de que alguns falantes não nativos adquirem um língua com fluência grande de forma 'natural' é bastante controverso, segundo recentes estudos publicados no livro 'How Languages are Learned, Lightbow, Oxford'. Favor verificar os dados relativos ao ensino de Francês em regime de imersão a falantes do inglês.

Além do mais, o que vemos é falantes estrangeiros tentando justificar que sabem usar um determinado 'tense' quando num exame mais detalhado eles não sabem, vide o uso praticamente nulo de phrasal verbs por falantes de línguas latinas.

Há necessidade sim de que o falante saiba que as línguas são drop non drop e pro drop, no mínimo. Dizer que ajudaremos alguém a falar inglês de uma forma natural é totalmente anti-cinetífico, favor,checar Novos Horizontes no Estudo da Linguagem e da Mente. Chomsky, 2004 e o O instinto da Linguagem, Pinker. 1994.

Grato,
Daniel Ortins Salerno


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
 Chomsky e as regras  –  daniel ortins salerno  22/FEV/2007, 2:30 PM
Chomsky e as regras  –  Ricardo - EMB  22/FEV/2007, 5:06 PM
Chomsky e as regras  –  Johannes  23/FEV/2007, 9:22 AM
Chomsky e as regras  –  marc  23/FEV/2007, 2:39 PM
Chomsky e as regras  –  André Oliveira  23/FEV/2007, 2:51 PM
to Daniel-Chomsky e as regras  –  marc  23/FEV/2007, 3:43 PM
Chomsky e as regras  –  Johannes  23/FEV/2007, 7:54 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K