Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  PPAULO
E-mail:  não-disponível
Data:  11/AGO/2007 4:32 PM
Assunto:  Professores Desqualificados
 
Mensagem: 

    Prezados colegas,

    Fico contente em vocês quererem mais, sim, acredito no debate.

    Quando estamos aprendendo vêm as dúvidas, os questionamentos e talvez em seguida até a revolta; por esse motivo muita gente que entra numa universidade se revolta com o status quo, o jeito que as coisas são no estado presente.   Por isso que já ouvi (ou li) em algum lugar que a ignorância é uma benção (claro, quem falou

ou escreveu o fez no sentido de que o saber traz muitas dores, às vezes literalmente. É só ver na história o quanto os dissidentes sofrem).

     Por outro lado, todos sabem que quando aprendemos, nos elevamos; assim podemos lutar e somar esforços junto aos que lutam por um mundo melhor.

     Já falei sobre aspectos sócio-econômicos brasileiros aqui no Fórum; num  tópico sobre pessoas que não dizem "muito obrigado" e mostrei minha teoria (de que nosso país era escravista e paternal em seu ínicio, então; por exemplo, se você você um SENHOR de engenho (equivalia a ser senhor de tudo em sua volta, inclusive filhos, esposa etc na época) você não precisava agradecer ou desejar boa sorte aos seus; simplesmente você não se importava com nada a não ser o seu negócio e seus pares (algumas vezes, se seus pares não estivessem abaixo no 'ranking' social.

      Nesse mesmo tempo, ser professor era ser uma autoridade (segundo o conceito da época, não de hoje) e como tal, o professor podia pegar uma palmatória e deixar as mãos de qualquer aluno inchada de tanto espancamento, digo isto por que não tão distante assim eu tive um tio que ensinava (dava aulas particulares, mesmo assim ele tinha a tal palmatória como recurso instrucional ou pára-didático).

       Claro, havia muitas "deserções" e não me pergunte porquê, mas use a imaginação...

       Ainda assim, quando eu fui estudar no "ginásio" recém inaugurado de uma certa cidade (5ª série da época) era tanta gente que eu tive que estudar muito para fazer uma prova de 'admissão', um conceito que até pra mim na época era coisa do passado (mas nada como a lei da oferta e da procura para reviver velhos conceitos em novos com outro nome etc).

      Logo, em tenra idade, aprendi que professor sempre está certo! (neste ramo não existe até hoje o tal conceito de que o cliente sempre tem razão), professor era um ser vingativo (se você debatesse, você não passava ou seria reprovado por falta ou qualquer outra fraqueza sua).

     Quando entrei na faculdade, ha, aí pensei que ia encontrar pessoas de alto padrão e conhecimento ímpar e reputação ilibada, impecável.

     Mas a academia, como dizem os falantes da língua inglesa; é uma amostra da sociedade como todas as outras instituições onde vocês passarem.  Então não se enganem, procurem aprender o que for útil, mesmo que a pessoa do outro lado não seja 'nenhuma Brastemp' como diz um antigo jingle de eletrodoméstico.

     Lembrem-se não há ninguém que não tenha uma utilidade (nem que seja como exemplo de como você não deve agir/ensinar etc).

     Mas há um equilíbrio, como em todas as áreas da vida; pois não é bom generalizar, se não vamos acabar fazendo como um adolescente qualquer (que fomos ou alguns ainda somos) e pensando 'eu odeio esse método de meus pais, quando eu tiver filhos eu farei diferente' só para uma geração mais tarde pensarmos 'papai tinha razão'  (Father knows best.) e se eu fosse ele eu tinha dado umas boas palmadas em mim mesmo!

    Como disse (Mahatma) Ghandi uma vez: "An eye for an eye makes the whole world blind" e outra vez: "You must be the change you want to see in the world".  Traduzindo:

    "Olho por olho fará o mundo inteiro ficar cego."  e "Você deve ser a mudança que você quer ver no mundo".

    Há muita coisa errada por aí, mas a mudança deve começar por aqui.

    Assim eu acho.


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
Professores Desqualificados  –  André SR  10/AGO/2007, 1:28 PM
Professores Desqualificados  –  babillarde  10/AGO/2007, 2:26 PM
Professores Desqualificados  –  The real Alexandre  10/AGO/2007, 6:46 PM
Professores Desqualificados  –  André SR  10/AGO/2007, 9:06 PM
Professores Desqualificados  –  The real Alexandre  11/AGO/2007, 8:41 AM
Professores Desqualificados  –  André SR  11/AGO/2007, 1:07 PM
 Professores Desqualificados  –  PPAULO  11/AGO/2007, 4:32 PM
Professores Desqualificados  –  Aman  12/AGO/2007, 10:29 PM
Professores Desqualificados  –  PPAULO  14/AGO/2007, 9:15 PM
Professores Desqualificados  –  Aman  15/AGO/2007, 6:10 PM
Professores Desqualificados  –  PPAULO  15/AGO/2007, 9:13 PM
Professores Desqualificados  –  Deivis  16/AGO/2007, 3:35 AM
Professores Desqualificados  –  Aman  16/AGO/2007, 11:55 AM
Professores Desqualificados  –  Aman  16/AGO/2007, 11:55 AM
Professores Desqualificados  –  Márcio Farias  17/AGO/2007, 10:17 AM
Professores Desqualificados  –  Aman  17/AGO/2007, 7:56 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K