Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  PPAULO
E-mail:  não-disponível
Data:  15/AGO/2007 9:56 PM
Assunto:  O pronome "I"
 
Mensagem: 

        Obrigado Johanes, sua explanação veio em boa hora, complementou bem e trouxe informação que eu não sabia.

    Fábio 2002; os lingüistas discordariam de você em um ponto; as línguas não são tão complexas assim: uma vez que o aluno vai aprendendo as "manhas" ele vai até brincar com os sons, o modo de escrever etc.

    Veja por exemplo você e seu "nick' (apelido) fábio2k2 (onde k=1000,  2 diante de 1000 daria 2000; e 2 após k seria a unidade mesmo logo 2002). você acha que qualquer iniciante iria racionalizar tal lógica?

     Voltando aos língüistas; eles cruzam informações de uma língua com informações de outra, pesquisam a área geográfica; os relatos de viajantes etc e aproveitam de coincidências (intencionais ou não) e daí conseguem "traduzir" a língua e a cultura de um povo (ou povos).

      Exemplos, PAI começa com P em várias línguas (em francês Pére; em Português Pai, em espanhol Padre ). Mesmo se dá com a palavra MÃE ( Mere, Mãe, Madre; respectivamente), todos começam com a letra P (pai) e M (mãe).

      Também há coincidências nas pronúncias como Father e Vater (Alemão), Here and Hier (alemão)  caráter - character - charakter (português, inglês e alemão).

      Existem ainda, os falsos cognatos como Cifra (talvez mais usada a palavra CÓDIGO em português; mas existe sim a palavra cifra), cipher (no inglês) e chiffre (no francês) imagine agora o que significa 'chifre' em português e como você pode se meter em confusão pelo uso fora de contexto, tipo "você entende de chifre?"

      Então, eu imagino que linguagem é uma coisa super fácil, o que não quer dizer que é simples (assim como o estudo de inglês, por exemplo).

       Qualquer criança aprende sua língua mãe, o que mostra que é fácil, mas um não falante (não nativo, digo) pode errar feio se não tiver cuidado (o que mostra que não é tão simples, requer um pouco de trabalho).

         Ah, as aparências enganam,; no meu caso não sou poliglota; para falar a verdade nem sei direito o português (como gostaria!), mas lendo aprendi algumas poucas coisinhas que alegremente divido com os amigos. Na verdade me lembro de quando eu estudava (na escola mesmo) e quão difícil era esclarecer certas dúvidas e depois estudei um pouco (às vezes em colégios pagos) e aí aprendi o seguinte: estudar, aprender é caro (uns diriam "se você acha cultura caro então experimente só a ignorância para ver!"); então tento passar alguma coisa para aqueles que como eu tentam ainda hoje achar algum ensino, dica, conselho, macête de qualidade embora grátis.

      É certo que muitos dizem nada grátis ou barato presta, talvez, mas tentemos passar algo para essas pessoas antes que chegue o dia que eles só conseguirão realmente se tiverem dinheiro.  Não acredita nisso? é só checar a maioria dos sites educacionais americanos, não todos, ou são pseudo-grátis ou você é obrigado a ver um monte de anúncios ou, os melhores, são totalmente pagos.

     Digo por minha experiência, outros podem pensar diferente.


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
O pronome "I"  –  fabio2k2  12/AGO/2007, 10:54 PM
O pronome "I"  –  Tiago T.  13/AGO/2007, 1:18 AM
O pronome "I"  –  fabio2k2  13/AGO/2007, 5:42 PM
O pronome "I"  –  PPAULO  14/AGO/2007, 10:18 PM
O pronome "I"  –  Johannes  15/AGO/2007, 9:06 AM
O pronome "I"  –  fabio2k2  15/AGO/2007, 12:41 PM
 O pronome "I"  –  PPAULO  15/AGO/2007, 9:56 PM
O pronome "I"  –  fabio2k2  22/AGO/2007, 12:10 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K