Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  Anônimo
E-mail:  não-disponível
Data:  26/DEZ/2003 4:55 PM
Assunto:  P/ BECK em Resposta aos Comentários
 
Mensagem:  João Beck,
Primeiro de tudo, é lamentável a atitute do Sr. Carlos Roberto Martins, hoje Carlos Wizard Martins de ainda ousar em dizer que o método foi desenvolvido "PELA" Brigham Young University - o método não foi cosíssima NENHUMA desenvolvido "PELA" Brigham Young University.
Talvez o Sr. Martins devesse simplesmente dizer que o método foi desenvolvido por ele (o Carlos Martins) enquanto ele estudava na Brigham Young University, onde ele recebeu o bacharelado em Ciência da Computação.
Não tem nada de mal em dizer que ele estava frequentando a universidade de Brigham Young em Provo, Utah e decidiu "out of the blue" criar o método da Wizard.
Até a Igreja S.U.D., conhecida como Igreja Mórmon, já proibiu o Carlos Martins de insitir na idéia de que o método foi desenvolvido "PELA" Brigham Young University.
Eu sei que o método original da Wizard é uma mescla do método do Fisk (onde o Martins aprendeu inglês) com algumas coisas do método Interchange da Editora Cambridge, e tem também a sistemática dos americanos (não da Brigham Young University) que dão aulas no MTC Missionary Training Center da Igreja mórmon em Provo, Utah.
Não existe nada de mal em aprender muito e usar o que serve melhor segundo o autor.
O que está errado é mentir.
E foi mentindo que a Wizard chegou onde está hoje em dia com mais de 1.200 unidades franqueadas - e cresceu não porque é boa mas porque é rentável ao dono da marca e porque o consumidor tem dificuldade em avaliar qualidade.
Eu conheço entretanto alguns franqueados que faliram em Curitiba, mas como sempre, antes de fechar as portas, eles vendem "gato por lebre" e passam a franquia pra frente.
Tem franquias em Curitiba que em 10 anos já tiveram mais de 10 donos diferentes - praticamente um dono por ano.
O que você, João Beck, pode me dizer sobre a franquia PLANET IDIOMAS - é da Wizard ou não é, ou é apenas de familiares do Sr. Martins? Por favor me tire essa dúvida.
Agora, quanto a você e seu método de "amarrar" o aluno em 6 parcelas eu lhe pergunto o seguinte:
O PROCON já está permitindo este tipo de contrato?
Eu digo isso porque pelo que eu sabia (pelo menos no passado) o PROCON não permitia esse tipo de contrato, onde o aluno fica amarrado e tem que pagar as parcelas mesmo que desista.
Desejo boa sorte para você e espero que um dia você não venha a ter nenhuma decepção com os donos da rede Wizard.
Nem tudo está perdido.
Pelo menos você é um micro-empresário e está de alguma forma ajudando o Brasil gerando empregos - te elogio por isso.
Fora isso eu não recomendo a Wizard, porém sei que pelo apelo que o marketing da Wizard causa, a Wizard está cheia de alunos.
O bom é que no Brasil existe uma escola de inglês sempre perto das pessoas e sempre dá para reaproveitar o começo que o aluno teve na Wizard.
Minha última pergunta para você é a seguinte:
Como é que você, sendo dono de uma franquia da Wizard, contrata o dono de outra escola de inglês "Fast English" para ser seu vice-diretor de marketing? Por favor explique isso melhor.
Peço desculpas às pessoas do Forum que indiretamente estão tendo que presenciar este vexame mas, usando da democracia concedida pelo Forum da EMB, eu gostaria que você João Beck fizesse uso da palavra e nos desse o seu parecer sobre as perguntas que aqui faço.
Grato,
Anônimo


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
 P/ BECK em Resposta aos Comentários  –  Anônimo  26/DEZ/2003, 4:55 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K