Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  Fabio
E-mail:  não-disponível
Data:  08/FEV/2004 6:53 PM
Assunto:  Re: Passando pela imigração em Londres
 
Mensagem:  I am sorry to hear that Brazilians receive this kind of treatment when they go overseas. Here is one useful link for other Brazilians students going to England:

http://groups.msn.com/brasileirosemlondres/entradasembandeirasnaosejabarradonobaile.msnw


SE VOCÊ DESEMBARCAR DISTRAÍDO no aeroporto sem conhecer os requisitos dos oficiais de imigração pode ser mandado de volta ao Brasil sem sequer chegar a ver o Big Ben. Apesar do visto não ser exigido antecipadamente, é na chegada que o visitante ou estudante é avaliado e a decisão do oficial da imigração que o entrevista na chegada prevalece sobre qualquer visto que você tenha obtido anteriormente.
Mas o importante é estar atento e não paranóico, pois 99% dos estudantes ou turistas brasileiros que vêm ao Reino Unido não encontram problemas para entrar.
No entanto, os que são rejeitados perdem o dinheiro que pagaram pela passagem, que não é reembolsado, e ser barrado é uma experiência bastante traumatizante. Seguindo as recomendações abaixo você dificilmente vai passar por ela:
· Passagem de volta: É a prova de que você pretende retornar e você deve sempre tê-la com você. Observe para quando seu retorno está marcado, pois muitas vezes eles perguntam quando você pretende voltar e se a sua resposta não condiz com a data da passagem, você terá que esclarecer a divergência e dar todos os detalhes da sua trajetória. Ainda há agências no Brasil que quando vendem uma passagem com retorno aberto marcam uma data de volta fictícia por exigência da companhia aérea. Por distração, muitos brasileiros disseram que voltariam antes ou depois daquela data por saber que a passagem poderia ser mudada e, não conseguindo convencer as autoridades de que o retorno estava em aberto, acabaram não sendo aceitos.
· Dinheiro: É essencial ter dinheiro suficiente para se manter durante a sua estadia sem ter que trabalhar. Nunca diga que vai ficar mais tempo do que o seu dinheiro possa cobrir, a menos que você possa provar que irá receber ordens de pagamento do Brasil. Se não tiver como provar, vai ser rejeitado, já que o método deles é "if in doubt, keep them out". Espera-se que um turista tenha no mínimo US$75 para cada dia que pretenda ficar no Reino Unido.
· Bagagem: Nunca traga nada de terceiros sem saber o que é, incluindo bilhetes e cartas.Quando decidem checar a sua bagagem, eles investigam tudo e às vezes até traduzem cartas pessoais.
Qualquer menção a trabalho ou cursos (se você não disse que pretendia estudar) levantará suspeitas. No caso de drogas, a situação é mais grave. Caso encontrem drogas na sua bagagem, você vai tomar chá de canequinha por um bom tempo. Mesmo que seu vôo esteja apenas fazendo escala em Londres, o julgamento é na Inglaterra e se for condenado, a pena (de 6 a 12 anos) é cumprida em penitenciária britânica.
· Entrevista: O fato de ter preenchido as condições acima ainda não garante a sua admissão. O oficial de imigração pode querer saber os motivos de sua viagem e ainda existe a possibilidade de rejeitá-lo apenas por achar que o seu comportamento não é conveniente para o país. Não existe um padrão para essa avaliação: um anúncio publicado no jornal The Guardian recrutando oficiais de imigração para o Aeroporto de Heathrow explicava que o cargo requer "decisões rápidas, justas e baseadas no seu conhecimento e experiência".
Se o oficial suspeitar, mesmo não tendo provas, ele tem autonomia para barrá-lo. Contradições e indecisão sempre levantam suspeitas. Se você não sabe exatamente quanto tempo precisa, seja pragmático: é mais seguro pedir pouco tempo e mais tarde requerer uma extensão de visto caso você decida fazer um curso mais longo. Ao contrário dos oficiais do aeroporto, os funcionários do Home Office (Polícia Federal), têm que justificar suas decisões (leia a seção Extensão de Vistos) e não lidam com o seu caso de maneira arbitrária.
Outra pergunta comum é sobre as suas atividades no Brasil e eles esperam que elas sejam relacionadas à sua viagem. Se, por exemplo, você é estudante no Brasil e está viajando fora do período de férias escolares, eles vão querer saber por que. Antes de dizer que tem conhecidos na Inglaterra, esteja certo de que eles saibam da sua vinda, pois eles podem ser contatados para confirmar suas intenções. Ter amigos ou parentes no Reino Unido nem sempre ajuda. Muitos oficiais suspeitam de que se você tem contatos com residentes aqui, você veio para ficar e vão fazer várias perguntas sobre essa pessoa. Caso alguém vá esperá-lo no aeroporto, eles podem chamar essa pessoa para confirmar o que você disse antes de carimbarem o visto no seu passaporte. Se você disser que não conhece ninguém e tiver alguém à sua espera é bem provável que eles não o deixem entrar. Já aconteceu do oficial de imigração chamar o nome de um recém-chegado pelos auto-falantes do aeroporto para ver se havia alguém esperando. A pessoa foi ao guichê da imigração, o turista tinha dito que não conhecia ninguém e foi mandado de volta.
As informações acima devem ser usadas para que você se familiarize com o processo de chegada e não para criar qualquer paranóia.
Lembre-se de que a maioria dos turistas recebem seis meses de visto e uma vez aceito, você será bem recebido.





Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
Passando pela imigração em Londres  –  Henrique E.  08/FEV/2004, 3:44 PM
 Re: Passando pela imigração em Londres  –  Fabio  08/FEV/2004, 6:53 PM
Re: Passando pela imigração em Londres  –  Hanns  08/FEV/2004, 10:56 PM
Re: Passando pela imigração em Londres  –  Henrique E.  09/FEV/2004, 9:44 AM
Re: Passando pela imigração em Londres  –  juninho  22/JAN/2009, 12:34 PM
Re: Passando pela imigração em Londres  –  Jud  09/FEV/2004, 11:58 AM
Re: Passando pela imigração em Londres  –  juninho  21/JAN/2009, 6:17 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K