Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE

Sua pesquisa retornou 63 resultados. (máximo de 200)

Página: 1 de 4
1.  English through skype   por Kroc is Loco às 15/DEZ/2017, 8:37 PM
Hi, there!

I'm offering English classes through Skype. Please, access www.englishtogo16.webnode.com.

etg.contato@gmail.com

Cheers,

Kroc
2.  Aulas Particulares de Inglês - Professor Nativo   por Jakub.Ingles às 04/MAI/2016, 10:33 AM

Aulas Particulares de Inglês Britânico com Professor Nativo

Aulas pelo Skype com preço competitivo de R$40 / £10 / €10. A maneira mais conveniente de aprender Inglês! Incluindo gravação de aula e suporte pelo Whatsapp.

Serviços de tradução e revisão de textos.

Reserve agora a sua primeira aula experimental GRÁTIS!


http://www.easyingles.com.br/


Facebook: http://www.facebook.com/jakub.ingles

3.  Oportunidade: Professores/ coordenadores, Orientad   por Ana Paula - RH Educacional às 18/AGO/2014, 2:15 PM
Boa tarde

Sou consultora de RH na área especializada na área educacional e, embora nossa empresa esteja localizada em São Paulo trabalhamos em todo o território nacional e, hoje em especial, estamos atendendo uma instituição localizada na Bahia.

Assim sendo, gostaria de divulgar as oportunidades aos vossos alunos de Pós-graduação, Mestrado e/ou Doutorado da área a Educação Básica. De igual modo, se quiser, pode indicar amigos/colegas com esse perfil.

OBS:Independente da resposta, gostaria de receber feedback para poder saber quem são as instituições que estão divulgando e assim também manterei o contratante informado.

PERFIL:

Renomada instituição de ensino localizada na Bahiaestá em processo de ampliação e implantação do Ensino Bilíngue, portanto, está contratando para início imediato:

·        10 Professores Bilíngues (Inglês), sendo:

o   06– Para o currículo internacional - Educação Infantil e 1º ano do Ensino Fundamental I;

o   02– Para o currículo internacional do 2º ao 5º ano – Ensino Fundamental I;

o   02– Para o currículo internacional do 6º ao 8º ano – Ensino Fundamental II.

 

·        02 Coordenadores Pedagógico Bilíngue (Inglês), sendo:

o   01Para o currículo Nacional  (Educação Infantil)

o   01Para o currículo Internacional (Educação Infantil ao Ensino Fundamental I e Programa de Transição – com alunos do 6º ao 8º ano)

·        01 Orientador (a) Pedagógica eEducacional.

Início:

Contratação e Treinamentos: Outubro de 2014

Aulas: 1º semestre de 2015.

Pré-requisitos:

  1. Domínio absoluto do Inglês - Desejável que possua Certificação .
  2. Formação mínima necessária:
    • Para cargos de Professor da Educação Infantil e  Fundamental I:  Graduação em Pedagogia – Concluído ou em vias de conclusão.
    • Para cargos de Professor da Ensino Fundamental II:  Graduação em Letras (Português/Inglês) – Concluído ou em vias de conclusão.
  3. Desejável: Experiência com Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio.

Horário de trabalho: A combinar

 

Importante: O processo será composto por:

1.       Apresentação da instituição e da oportunidade;

2.       Entrega de cópia dos diplomas, histórico, declarações e/ou certificações;

3.       Entrevista individual (02 - uma via Skype e outra pessoalmente - BA);

4.       Prova Situacional;

5.       Prova Técnica – Análise de idiomas inglês/português;

6.       Aula-teste;

7.       Entrevista Final.

8.       Processo de contratação/Admissão.

Todo o processo de seleção e treinamento acontecerá em Salvador/BA e os envolvidos estão livres de ônus.

Interessados enviar CV para selecaprof@terra.com.br A/C Ana Paula Silva.

Contato:  Tel. (11) 2693-3039 - Com Ana Paula Silva.

 

Estou à disposição para quaisquer esclarecimentos.

 

Atenciosamente

Ana Paula Silva

Consultora de Recursos Humanos na área Educacional.

4.  Adicionar   por oiroso_ às 28/JAN/2014, 3:14 PM
https://www.google.com.br/search?q=%22added+me+on+skype%22&oq=%22added+me+on+skype%22&aqs=chrome..69i57j0l3.6106j0j1&client=ubuntu-browser&sourceid=chrome&ie=UTF-8
5.  Adicionar   por Noelle às 28/JAN/2014, 2:46 PM
Boa tarde a todos.

Estou dúvida quando a frase: Você já me adicionou no Skype//Facebook?

Seria: Have you added me on Skype? A preposição é ON ou IN?

Grata.
6.  Vocês já usaram o Tandem?   por Carolina Figueiredo às 11/JUL/2013, 9:07 PM
Gente, encontrei esse site incrível para aprendizado de línguas na internet.

É um novo site que reúne pessoas que querem aprender um determinado idioma. Essas pessoas são chamadas de "parceiros tandem". Por exemplo, um brasileiro que quer aprender inglês poderia formar uma parceria com um americano que quer aprender português, e por aí vai. Essa "parceria tandem" pode ser ao vivo (caso as pessoas morem na mesma cidade) ou por skype/online. É muito bom! O foco é, muitas vezes, uma conversa, mas as pessoas podem se focar em qualquer coisa que quiserem - escrita, leitura, tradução de documentos e por aí vai. Eu estou adorando. E o melhor é que é completamente GRÁTIS. Sério, muito bom. Eu estou aprendendo japonês, chinês e coreano e já estou fechando uma parceria com alguém que vai me ajudar com meu chinês. Quem testar coloca aqui o que achou.

7.  Teacher Express   por PVivian às 07/NOV/2012, 10:09 PM
Estou fazendo um curso de Business English com eles e estou gostando muito! 1x por semana o professor vem ate minha empresa e 1x por semana faco aula por skype com um professor nativo. Estou sentindo um grande progresso! O site eh www.teacherexpress.com.br 
8.  I'm learning English...   por Jorge Vinicius às 18/OUT/2012, 9:42 PM
Thank you so much! Eu continuarei praticando o "listening" ... Todas as informações me foram uteis.  (if you want help me more add me on Skype:jorgeviniciusf ). Tenho microfone e seria de muito valor receber ajuda de todos!. valeu obrigado.
9.  I'm learning English...   por Jorge Vinicius às 12/OUT/2012, 12:14 AM
Comecei a estudar inglês há 3 anos por conta própria, nunca frequentei escolas de idiomas! Tenho muita vontade de obter fluência na língua inglesa como sendo minha própria língua, (falar naturalmente) fiz cursos pela internet, uso o Skype para manter contato com nativos, os quais muito me ajudaram, assisto filmes em inglês, leio muito textos, mas tenho dificuldades em falar, comecei pelos métodos gramaticais e não oral, eu consigo entender lendo mas quando a pessoa fala eu não tenho tanta facilidade de entender... AGORA que estou começando a ouvir!..faço muitos downloads de podcast que encontro em sites....e ouço o dia todo.... tenho 102 baixados no meu celular!... eu queira saber a opinião de vocês... será que eu conseguiria daqui pra frente somente ouvindo esses Podcasts obter fluência?
10.  Do Americans feel afraid of the growth of English    por PPAULO às 22/JAN/2012, 10:10 PM

   Hi Jefferson, congratulation on your interest on all things English.

   Have you ever heard about "Speak Up" mag? it comes with a CD ROM, you can read the features in the magazine and listen it in the CD.   There are also some worksheets with questions about the texts.

    Certainly in these social networks you can find some English

people to talk online, if you have a mic (skype etc...)

     Your message reminded of JFK´s speech "don´t ask what your country can do for  you, but ask what you can do for your country."     Same goes for American people (and most busy people in other countries).

     That is, if you better your English you attract English speaking people, that´s how it works...I am not trying to dispirit you.    It´s the other way, go for it, study and you will see.

 

     "But the American people usually doesn't speak any distinct language from their own." ,  even you used the word "usually" so let´s not generalize.  There are plenty of Americans that speak Spanish, Portuguese, Italian, perhaps there are more of them that speak/study Latin than we, and Portuguese comes from Latin!

 

   Indeed the world is becoming global for the one that can afford it, the educated, the traveled, the one with the bucks.

   Neither the average American, Brazilian, Chinese or Indian.  These ones will read, talk, learn and inform themselves solely in their mother tongue.   And will live in their countries as well.

 

  And not you aren´t getting crazy, maybe it´s a problem in your perception, that´s it. 

 

   To my thinking they don´t feel afraid of their language spreading more and more, to the contrary, their language is one kind of "lingua franca" of our comtemporary days. 

   Should they afraid, would they divulge their music so much? would they sell movies dubbed in Portuguese/Spanish and other languages? right now they are going to make Visa applications easier for Brazil, China and India nationals be reducing wait times.    That´s more, we can see plenty of English speaking singers coming to Brazil in their tours, not to mention businesspersons and investors.   Today, we can see even courses on Portuguese, and Portuguese-English lessons about our language for English speaking people!

     Of course, it´s (in a sense) all about business, in this case the tourism industry is pushing for Brazilian tourists going there and boost their economy as well, maybe a win-win situation (time will say).

    

 

http://www.gringoes.com/articles.asp?ID_Noticia=2517
“Brazil through foreign eyes”, don´t take my words for it, see the number of Americans at the bottom of the page.   Then, you can read every and each of the interviews, if you wish.

 

 


 

11.  cobrança indevida   por PPAULO às 25/NOV/2011, 8:56 PM

   Yeah, very good, it´s a  very comphreensive word.  Charging erroneously.

 

   It could mean any mistake in charging; be it a incorrect sum, billing  for services not supplied or continuing billing after the service is cancelled.

 

 

    In fact, if your telephone bill comes with a calling to Italy and you never called, and have no business there (family, buddies etc) then they mischarged you. You are entitled

to get a refund or be given a partial or total credit.

    This reminded that sometime ago I cancelled my phone home line in Rio, moved to Natal, then I had a new telephone line installed.   Problem was, when I was moving again from Natal to another city; that bill came with a call that had being made 2 years before!  I had even forgot my former phone number, and they had not informed anything all this time...

     I didn´t believe it! tought it was a scam, but I checked it and I really had called, but why the charge after two years?

 

 

    Even if you is undercharged and they are now correcting the ammount, it´s good practice to send you an itemized written bill, don´t do nothing just over phone. One never knows...

   

_________________________________

     Still on the topic:

 

     UCAN - Utility Consumers' Action Network warns "customers that have automatic bill pay set up may not even realize they have been mischarged."

http://www.ucan.org/blog/telecommunications/landline/verizon_mischarges_626_area_code_skype_phone_numbers_550min_indonesian_international_rates

   

    

  

 

  

12.  cobrança indevida   por PPAULO às 23/NOV/2011, 12:54 AM

Also, charged in error:

http://www.skype.com/intl/en-us/legal/terms/tou/
(iv) Charged in Error. If you believe that Skype has charged you in error, you must contact Skype within 90 days of such charge. No refunds will be given for any charges, which are more than 90 days old.

 

(iv) Cobranças indevidas: caso julgue que a Skype efectuou uma cobrança indevida, deverá contactar a mesma no prazo de 90 dias após essa cobrança. Não serão concedidos quaisquer reembolsos referentes a cobranças realizadas há mais de 90 dias.

------------------------------------------------------------------------

 

 

You also might had the phone carrier, or credit card company overcharging you by incurring in billing errors or unexpected fees and charges (cobrando a mais por erro/engano ou de propósito, em alguns casos) or itemises in your calls that you didn´t make in your bill. 

Plus; when it comes to credit cards, you might have unsolicited cards, services, or maybe excess charges for not knowing the complexity of their products (credit).

 

 

-------------

Example of "undue charge"

 

http://www.thefreelibrary.com/Undue+charges+in+power+bills+'open+robbery'%3A+PAC.-a0249966495

 

Undue charges in power bills 'open robbery': PAC.

 

ISLAMABAD, May 19 -- The Public Accounts Committee (PAC) on Tuesday called the collection of TV fee, other taxes and surcharges in inflated electricity bills an "open robbery, and directed the National Electric Power Regulatory Authority (NEPRANEPRA National Electric Power Regulatory Authority (Pakistan)
NEPRA Northeastern Pennsylvania Rocketry Association
NEPRA New England Park Ranger Association
..... Click the link for more information.) officials to appear before the PAC in its next meeting.

PAC Chairman Chaudhry Nisar Ali Khan asked NEPRA to explain all such unnecessary charges in consumer electricity bills, and formed a special committee to review the methodology of such billing.

He expressed his dismay, saying that the regulatory authority was responsible safeguarding consumer rights, but it was continuously "slaughtering" consumers through high electricity bills.
 

 

================

Other translation I found to "cobrança indevida" (tough the sense here is a tad different in context):

 

 

 

http://www.certidao.com.br/portal/noticia/ver.php?id=91
Unwarranted collection of official registry
Officer will respond to streamline the process for charging for notary service


Cobrança indevida de funcionário de cartório
Funcionário vai responder a processo por cobrar para agilizar serviço cartorário

13.  Aprender inglês.   por BrunoGaspar às 15/MAR/2011, 12:43 PM
Se você tem internet, DVD e TV por assinatura, tem uma série de métodos que você pode utilizar em conjunto, conforme sua preferência. Se você já leu um pouco neste site, já deve ter percebido que estudar em dicionário ou livro de gramática além de ser chato, leva muito tempo e não ajuda muito.
Minhas sugestões:
- Programa Rosetta Stone
- Site www.livemocha.com. Além de fazer as lições, tente iniciar amizade com algum estrangeiro que esteja disposto a conversar (e-mail ou skype) e te corrigir.
- Assistir seriados prestando atenção à tradução e tentando ouvir a pronúncia em inglês. No início você irá identificar algumas palavras, frases curtas, depois vai melhorando. Eu assisto Friends com papel e caneta na mão. Posso dizer que aprendi muito, e de forma agradável. Por exemplo, eu ficava decorando quando usar say/tell/speak, e quando ia usar sempre ficava travado, dava um branco... hoje me viro na maioria das situações, mas porque lembro dos usos na prática, dos filmes ou seriados. No caso do DVD, logicamente, tem a possibilidade de assistir várias vezes, com legenda em português e inglês.
- Coleção English Way, da Abril.
- Dicionários online Inglês-Inglês (Merriam Webster, por exemplo).
14.  Aprender inglês.   por Fran às 14/MAR/2011, 1:14 PM
Sarah,

Acho que a dica mais importante para aprender inglês não se trata necessariamente de qual método é melhor ou pior, mas sim persistência.

É necessário muitíssima persistência porque passados alguns meses iniciais aquela motivação inicial, que o aluno tem no começo do curso, vai passando e daí o aluno acha o curso chato ou sente que não está aprendendo. Esse "sentir que não está aprendendo" é um grande problema para os brasileiros porque o brasileiro que "sente", é mais emocional digamos.

Quando sentir aquele tédio ou desmotivação, significa que atingiu um determinado "plateau", ainda não chegou ao topo da montanha mas está perto. Daí é o momento de mudar de estratégia e buscar nova motivação.

Hoje a Internet permite que seja possível ter interação com nativos do idioma, desde videos no Youtube até salas de bate-papo, mensagens instantaneas como MSN e Skype ajudam também.

Outro ponto importante é leitura, o brasileiro em geral tem um vocabulário muito fraco em inglês simplesmente porque não lê.

Hoje a facilidade é ouvir também inglês porque há muito podcast em inglês nativo disponível.

Talvez você se pergunte:  e se eu ainda não entendo inglês devo ouvir inglês nativo mesmo sem entender?

Com certeza, ouvir e condicionar sua mente a entender é parte do processo. Afinal qual foi o método que nossos pais utilizaram para nos ensinar a falar nossa língua mãe?

Aprendemos nossa língua mãe porque ouvimos repetidamente a linguagem, através da interação social, com a família, os vizinhos, parentes e os meios de comunicação.

Quando já falavamos "tudo" é que fomos pra escola, com 6 ou 7 anos, aprender a utilizar melhor nossa própria língua melhor, aprendemos a ler mas antes aprendemos a falar.

Como adultos, como já sabemos ler, pensar organizadamente, já sabemos falar é importante ouvir muito inglês, ler muito inglês e buscar oportunidades onde possa falar inglês.

Recursos há aos montes na Internet. É só achar aqueles recursos com os quais você se identifica melhor.

Só por curiosidade, qual o curso que você está para começar? 
15.  Escola ou Professor em BH   por TEFL Teacher às 27/JAN/2011, 5:52 AM
If you'd like to study through Skype Video Call I could help. I am a Brazilian but I have been living in the US for over 12 years. I attended the university in the United States. I am experienced in TOEFL preparation. I get paid through Pay Pal website. If you don't like Skype we can use a live online whiteboard format such as WizIQ.

For more information:

teflconsultant@gmail.com
16.  Private Online English Teacher?   por Dale-CR às 12/JAN/2011, 12:48 AM
One obvious problem with SKYPE is that you cannot observe the body language of the other person.  This can lead to misunderstandings.
17.  Private Online English Teacher?   por Ricardo - EMB às 11/JAN/2011, 3:28 PM

Jean,

You should not expect online lessons to be the same as face-to-face lessons. In our school we used to offer Skype lessons, which were only partially successful. If the focus of the lessons is more on technical issues, like grammar or writing style questions, and the learner takes a proactive attitude, online teaching is effective. However, if your primary goal is to develop your conversation skills by interacting with a native speaker, connecting on a personal level, Skype is a poor replacement for the live contact.

"Face-to-face communication remains the most powerful human interaction," says Kathleen Begley, Ed.D., author of Face-to-Face Communication, Making Human Connections in a Technology-Driven World.

Ricardo - EMB

18.  Aprender inglês morando nos Eua   por Teacher às 04/JAN/2011, 10:31 PM
O que acontece hoje com nossos jovens brasileiros ainda não fluentes mas que moram no exterior é que a maioria, com raras exceções não se dedica o suficiente ao aprendizado do inglês.

Tenho uma tia que imigrou para os EUA por volta de 1965 e precisava falar ou inglês ou não conseguiria fazer muita coisa. Hoje o jovem vai aos EUA ou outro país, arruma algo para fazer, para se manter, e só interage em português, espanhol ou no broken English.

Daí quando estão em casa correm para a internet e ficam no msn, skype, facebook, etc. com os amigos brasileiros jogando conversa fora e nesse tempo poderia estar debruçados nos livros, ou assistindo algum programa de TV em inglês tomando notas.

Muitos nem sequer vão a um curso, poderiam até ir pelo menos para ter interação com os professores que em geral são nativos do idioma.

Muitos vão à festas de latinos, ouvem música latina, dançam com latinos, fazem amizades com latinos e com americanos que estão alí porque querem aprender "espanhol".

Uma pessoa poderia destravar o inglês e falar com alguma fluência em 6 meses no exterior, a exemplo dos filhos de brasileiros que vão muito pequenos pra fora, porque são inseridos no inglês.

Como o Fox Fox comentou, no ensino médio americano uma pessoa como a Brunna teria mais interação com americanos ou mesmo que não fosse com americanos, mas os latinos de ensino médio em geral preferem falar em inglês e falam como americanos porque estão nos EUA desde muitos pequenos.

Estava lendo ainda hoje que Mila Kuniz, a atriz, mudou da Rússia para os EUA aos 8 anos de idade e hoje ninguém diz que ela é russa, para os americanos ela é americana devido à fluência e a assimilação cultural.

Mila Kunis conta que seu primeiro ano nos EUA foi assustador, que ela se sentia como se fosse muda e cega porque não entendia nada e não sabia nada da cultura americana.

Falar inglês é como praticar um esporte com uma finalidade competitiva, tem que se exercitar diariamente por várias horas, dentro de um plano específico.
19.  A pergunta que não quer calar!    por Teacher às 02/JAN/2011, 12:03 AM
Fox Fox,

Excelentes os comentários! Parabéns! Como você comentou que postou a pergunta original em 2004, penso que de lá pra cá tanto como professores e alunos ainda não amadurecemos o ensino e nem o mercado do ensino de inglês no Brasil. Na verdade ainda não amadurecemos o mercado de ensino de idiomas em geral no Brasil.

Os desafios são os muitos paradigmas mentais e culturais. Tais paradigmas são os mais variaos possíveis, desde onde já se viu aprender inglês em meses sem sair do país, isso não tem cabimento, utilizando a internet eu posso aprender outro idioma, mas como se isso é impossível, até o velho comentário que diz que só aprende inglês quem mora fora do país.

Hoje o desafio é aprender inglês fora do país, principalmente nos EUA, Canadá, etc. porque onde um intercambista for, encontrará toda uma comunidade de sua própria etnia. Quando mais adulto o intecambista maior é o contato com sua própria comunidade cultura e linguística no país estrangeiro - a saudade do lar, da comida, dos amigos, pesa e aproxima o estrangeiro de seus conterraneos no exterior.

Já o jovem, sozinho, inserido em família monolíngue, certamente terá muito mais contato com o segundo idioma.

Hoje o celular chega a ser uma pedra de tropeço para o jovem intercambista, nos seus momentos de solidão o jovem se desliga do mundo ao redor e se conecta por meio de mensagens de texto em sua língua nativa. 

Chegando em casa, saudoso dos amigos o jovem ou adulto vai para o Skype, MSN, Facebook e passa o tempo num exercício, digamos, de futilidade - desperdiçando o contato com o idioma estrangeiro na fonte pelo contato com o próprio idioma.

Por isso as soluções de ensino precisam ser rápidas, focadas, em acompanhar a evolução digital, conseguindo segurar a atenção do aluno.

O tempo em sala terá que ser muito dinâmico porque hoje se ensina e se aprende em 5 minutos no Youtube um conceito que levaria 3 a 4 horas numa sala de aula que ainda utiliza o português como língua de ensino de inglês.

O que as escolas e professores precisam fazer e ensinar os alunos a entrar na era digital aprendendo digitalmente, ganhando tempo, etc.

Acho que o que acabo de escrever mais parece uma sopa de letras, mas sou apaixonado pelo ensino, não da mesmice, mas sim pelo ensino alternativo, dinâmico, até mesmo orgânico eu diria.
20.  Skype Speaking   por Jose SP às 23/MAI/2010, 9:04 PM
Hi Paulo,

Thanks for the tips.  I did not have success yet. But I'm stick to plan to find someone to speak! :)
Páginas de resultados: 1 2  3  4  [Next >>]


Redefina sua pesquisa:
Autor:
E-mail:
Assunto:
Mensagem:
enviados entre  e   (dd/mm/yyyy)
 


 Pesquisa nas demais páginas de English Made in Brazil:
Google  
Search sk.com.br

Contents of this forum are copy-free.
By S&K